Connect with us
Avatar

Published

on

Tendo sido definida a PaiN Gaming como primeira finalista do segundo split do CBLoL 2020, hoje INTZ e KaBuM, as duas equipes com mais vitórias da competição, disputaram a última vaga para a grande final.

A INTZ teve um split bastante sólido. Apesar de alternar boas atuações com outras abaixo da média, a equipe normalmente dava muito trabalho e não caía sem briga. Contando com a liderança de MicaO, a equipe chegou muito perto de tomar a vaga de primeiro lugar no meio do campeonato, e se mostrou como uma força a ser batida dentro do rift. Para esse split a equipe também contou com boas atuações de Envy e a volta de Tay para a titularidade da rota do topo.

A KaBuM foi a campeã do primeiro split em grande estilo, emplacando dois 3-0 seguidos em seus confrontos. Para o segundo split, a equipe precisou lidar com a saída de dois de seus principais jogadores, contratando Revolta e Yang para completar o plantel. Assim como sua adversária, viveu resultados alternativos em cada jogo, mas sem dúvida pode contar principalmente com a volta do alto nível de atuação de seu caçador, conhecido por ser o “motor” das equipes por onde passa.

Com as duas equipes empatadas em número de vitórias, derrotas e títulos, ambas estavam dispostas a dar tudo que tinham para conseguir a vaga na final.

Jogo 1: Vitória da INTZ
MVP da partida: Envy – Lucian (3/0/3)

A INTZ já começou a série apostando em uma formação diferente com 3 atiradores (Quinn, Lucian e Ezreal).
O jogo começou bastante morno, com as equipes trabalhando bem no desengage quando o adversário tentava iniciar. O primeiro abate só saiu após a KaBuM garantir o primeiro dragão e Envy aproveitar os adversários machucados pelo objetivo para descarregar o expurgo inteiro em cima de Ceos.
A primeira grande luta estourou no top após a INTZ mobilizar 4 jogadores para a lane e usar o arauto. As duas equipes se mostraram hesitantes para lutar, mas quando a luta explodiu o resultado foi quase todos saindo com vida baixa e abate em cima de Shini.
A INTZ continuou mostrando a força de sua composição de 3 atiradores, jogando normalmente de 4 a 5 jogadores para divar e pressionar adversários e, abrindo espaço para conseguir diversas torres assim.
A partida estava sendo bem administrada pela INTZ, até Tay ser abatido no 2v1 e MicaO dar TP no meio dos adversário em favor do meme. Com os dois abates, a KaBuM ainda usou o arauto para conseguir sua primeira torre no jogo.
A INTZ não se abateu com o vacilo, e pouco tempo depois usou a força de sua composição para fazer um barão secreto. A KaBuM apenas pode responder com seu terceiro dragão na partida. O objetivo foi bem utilizado, auxiliando a INTZ a levar todas as torres de rotas dos adversários e dois inibidores. Se a partida quase não tinha batalhas, a INTZ dava show em coleta de recursos, abrindo quase 7mil de vantagem apenas em objetivos e farm.
Restando apenas um inibidor de pé, a INTZ partiu para a batalha na base dos adversários, derrubando o último inibidor, uma torre de nexus e abrindo espaço para seu segundo barão na partida.
Com o bônus, o time avançou sobre a base rival e levou o jogo em uma partida extremamente bem controlada.

Jogo 2: Vitória da KaBuM
MVP da partida: Revolta – Sett (3/1/8)

A segunda partida também começou lenta, com o primeiro abate saindo apenas em movimentação tripla de Tay, Shini e Envy na top lane divando Yang. Apesar de conseguirem o abate, Revolta cobrou uma kill em cima do mid laner.
Se a partida começou lenta, pouco tempo depois começaram a acontecer jogadas por todo o mapa. Envy ultou a bot lane para ajudar em um 3v2, onde MicaO, Duds e Ceos acabaram morrendo, em sequência a INTZ divou a mid lane com 4 jogadores para conseguir mais abates, enquanto a KaBuM levava a primeira torre da top lane com o arauto.
O clima da série era morno, mas com jogadas explodindo do nada sempre que Envy tinha sua ultimate disponível.
O que acontecia pelo mapa era a INTZ criar ou forçar jogadas e a KaBuM responder onde era disponível, tentando conseguir dragões e outros objetivos, mas o que se via era a vantagem de ouro da INTZ ir aumentando aos poucos. Mesmo quando a KaBuM conseguiu um pick off em cima de Tay, que sempre estava empurrando uma rota lateral, o mapa não estava setado para isso ser convertido em objetivos.
O cenário só mudou em uma disputa por dragão, que se transformou em uma teamfight na qual Revolta brilhou com sua ult, buscando MicaO e trazendo-o para o meio de seu time. A luta culminou em dois abates para KaBuM e o dragão, ficando a apenas um da alma.
Com o quarto dragão prestes a nascer, a INTZ forçou a luta, e dessa vez foi a estrela de MicaO que brilhou, ficando em posição o tempo todo e dando muito dano no time adversário, ganhando a team fight com um ace para seu time e garantindo o bônus.
A felicidade da INTZ durou pouco, pois em sequência Tay tentou divar duds, e acabou sendo solado pelo atirador. Na sequência, Shini foi encontrado e abatido, ficando um barão de graça para a equipe da KaBuM. Apesar de perder um inibidor, a INTZ conseguiu segurar bem o bônus e ainda derrubando torres no mapa com split de Tay.
Ao mesmo tempo que a INTZ tinha um split push muito forte com Tay, a KaBuM tinha o Aphelios de Duds extremamente forte para a teamfight.
Restou a Revolta conseguir novamente um lindo ultimate em cima de MicaO, e sem seu atirador, a INTZ viu sua base sendo invadida pela KaBuM, que não deu mais chances e empatou a série.

Jogo 3: Vitória da INTZ
MVP da partida: MicaO – Ziggs (6/2/8)

A terceira partida começou com Shini, se fazendo presente cedo na top lane para conseguir kill em cima de Yang, em busca de deixar a rota mais tranquila para Tay. O caçador dos ninjas não deixou barato e pouco tempo depois também passou pela top lane e deu kill para seu companheiro de equipe.
O early do jogo rodou através da movimentação dos junglers, a lane que eles passavam para tentar conseguir kill, ela acontecia.
Essa foi a partida com o começo de jogo de maior criação de jogadas das equipes até o momento. Na top lane, a KaBuM garantia o arauto, enquanto no bot, a INTZ não guardava recursos para caçar e abater Yang, garantindo a primeira torre e muito ouro em Envy.
A primeira grande luta estourou em disputa pelo dragão. A KaBum garantiu o objetivo, mas a INTZ, perseguiu seus adversários, garantindo uma kill e perdendo um membro. O mais incrível da jogada foi a fuga espetacular de DudsTheBoy. O jogador fugiu em direção a base dos intrépidos, e sendo perseguido por 2 oponentes, e posteriormente 3, atravessou todo o mapa, desviando de tudo que jogavam em sua direção, até voltar para segurança.
No geral, a KaBuM lutava melhor, principalmente usando o combo de Jhin com GP,  mas a INTZ conseguia garantir objetivos. Até o momento em que a INTZ tentou começar uma luta, não conseguiu explodir seus alvos, e na devolução a KaBuM garantiu o ace limpo, junto com barão em seus 5 jogadores na sequência. Com o bônus, a equipe tomou conta do Rift. 
Em nova luta por dragão, Tay startou de forma torta em cima da LB do Tutsz e acabou ficando fora de posição. A luta, que começou extremamente positiva para KaBuM, que eliminou Tay e Shini rapidamente, mudou completamente de cenário com um bom desempenho de Envy e principalmente MicaO com seu ziggs apcarry, que no caitback foram eliminando praticamente toda a equipe dos ninjas e garantindo a alma do oceano para seu time, segurando a partida.
A equipe da KaBuM, mesmo com mais de 8 mil de ouro de vantagem, sofria para chegar até MicaO nas teamfights, que ia machucando os ninjas com suas bombas.
O vacilo custou caro, e a INTZ conseguiu, na base dos pick offs, espaço para fazer o dragão ancião e, na sequência, após nova luta, o Barão. Com o bônus, a INTZ invadiu a base dos ninjas, eliminou 4 adversários e conseguiu a vitória em uma virada espetacular.

Jogo 4: Vitória da KaBuM
MVP da partida: Tutsz – Orianna (4/2/15)

A quarta partida começou com Revolta de Sett tentando criar em diversos locais do mapa, sempre obrigando os jogadores da INTZ a ir para base recuperar sua vida e/ou gastar feitiços para voltar a lane. Mas o first Blood foi garantido por Shini na top lane logo depois de Revolta voltar para sua jungle e Yang ficar sozinho com Tay que voltava de teleporte para lane.
A primeira grande luta do jogo ocorreu perto ao arauto, sendo uma luta até o limite onde todos saíram bastante machucados e ocorrendo dois abates para cada lado. A KaBuM até começou melhor a luta, mas Envy e MicaO com sua Ashe ficaram livres para bater e botaram os ninjas em retirada.
Como o bônus não foi feito, as duas equipes se reuniram novamente para lutar, e novamente houveram diversas perdas dos dois lados. Novamente, a luta quase ficou boa para KaBuM, com Tutsz (Orianna) acertando uma ult linda em três adversários, mas Yang se emocionou, indo pra cima sozinho em perseguição e foi eliminado.
Por fim, a INTZ conseguiu garantir o bônus de graça em movimentação pelo mapa.
Na próxima grande luta, Ceos sofreu o pick off, e Tutsz aproveitou que o companheiro foi puxado pelo barril do gragas para mandar sua esfera junto com ele e ultar três adversários. No seguimento da luta, MicaO flashou para frente pra tentar eliminar Duds e ficou fora de posição, sendo abatido e abrindo espaço para a KaBuM vencer a luta e garantir o dragão.
A luta seguinte foi similar. A INTZ até garantiu o dragão dessa vez, mas ficaram todos presos dentro do pit e foram sistematicamente sendo eliminados pela equipe da KaBuM. Único destaque ficou para MicaO, que além de conseguiu um double kill e quase triple, foi quem conseguiu fugir com vida.
A sequência de lutas boas para os ninjas continuou a acontecer, e em uma dessas a equipe garantiu o bônus do barão. Porém, com um ótimo pick off de Envy em cima de Duds, a equipe não conseguiu aproveitar o buff.
Após isso, porém, a equipe da KaBuM conseguiu encontrar uma luta no meio da selva onde atropelaram a INTZ, restando apenas RedBert vivo. Dessa forma, os ninjas levaram o resto da base e garantiram o empate na série e o quinto jogo.

Jogo 5: Vitória da INTZ
MVP da partida: RedBert – Nautilus (0/3/17)

Como na partida anterior, Revolta com seu Sett foi cedo para o top e conseguiu abate em cima dp Renekton do Tay antes dos 3 minutos de jogo. O caçador tentou repetir a jogada pouco tempo depois, mas dessa vez Tay brilhou, sendo abatido mas garantindo um double kill e muita vantagem em cima de Yang.
E Revolta não cansou. O caçador dos ninjas alaranjados fez mais um gank em sequência, mas dessa vez a INTZ leu bem o lance e mandou Shini e RedBert para o counter gank, conseguindo mais um abate em cima do toplaner. O early que a KaBuM planejou para ser perfeito, desmoronou bem rápido.
Se a top lane é uma ilha, isso não dá pra ser dito sobre essa partida. Shini foi para o topo usar o arauto e dar ainda mais vantagem para Tay. Yang respondeu com teleporte na botlane, mas só conseguiu uma kill em cima do suporte. A vantagem da jogada ficou claramente a favor dos intrépidos, que ainda foi quem garantiu o dragão, seu segundo na partida.
Enquanto a KaBuM tentava em vão pegar Tay, que levava a T2 do top, a INTZ eliminava Tutsz na rota do meio e garantia mais uma torre no jogo.
A KaBuM conseguiu diminuir a distância de objetivos de mapa obtendo o arauto e usando ele para derrubar duas torres da top lane, que eram protegidas unicamente por Envy e seu Kog.
A INTZ controlava muito bem a partida, dominando o mapa sistematicamente de acordo com os objetivos que queria conquistar, realizando pick offs  importantes e garantindo a alma do dragão antes dos 24 minutos de jogo.
A INTZ escolhia quando iria lutar, e mesmo quando a luta começava a ficar ruim para equipe, os intrépidos recuavam sem perder membros e machucando muito os ninjas. Dessa forma, quando foi oportuno, a equipe lutou, conseguiu abates e o barão com muita facilidade. 
Sem nem precisar do dragão Ancião, a INTZ lutou mais uma vez, dizimando a KaBuM e vencendo a série.

Reeditando a final de 2015, a grande final ocorrerá no dia 05 de Setembro entre PaiN e INTZ.

Advertisement
Comments

Parceiros Editorias

Mais lidas