Connect with us
cblol 2020 cblol 2020

e-Sports

CBLOL 20 | Vivo KeyD assume a liderança, RPD e INTZ reagem e garantem uma vitória

Eduardo Seroa

Published

on

Após uma nona rodada cheia de emoções, a décima rodada do CBLoL é um pouco mais calma. INTZ tem chance de provar que ainda não está morta no campeonato enfrentando a Kabum. A mesma Kabum que demonstrou uma melhora significativa na rodada anterior. PaiN enfrenta a Vivo Keyd, a KeyD conseguiu derrotar o primeiro colocado no campeonato, o Flamengo, na rodada anterior, e a PaiN ainda não mostrou todo o potencial que tem com seus jogadores.

Primeiro jogo

A primeira disputa do dia se dá entre a INTZ e a Kabum. A INTZ trouxe Hauz na rota do meio, substituindo Envy. Hauz teve um problema médico e não estava inscrito no CBLoL no começo da temporada, e essa é a primeira rodada que ele está liberado para jogar. A INTZ é conhecida por ter vários jogadores reservas que tem potencial de entrar no stage, mas mesmo com essa grande variedade, nenhuma das combinações parece ter funcionado para a INTZ até agora. Já a Kabum venceu e convenceu na rodada anterior e agora tem a chance de se provar, mostrando que não foi um jogo de sorte e sim uma melhora efetiva do time.
O jogo começa com ambos os times se movimentando para a rota inferior. Wiz, caçador da Kabum, tentou dar um gank em micaO, atirador da INTZ, que estava sem seu Flash. Shini, caçador da INTZ, conseguiu ler as movimentações de seu inimigo e faz um counter gank que garante o primeiro abate da partida para a INTZ.
A seguir, a INTZ pega o primeiro arauto enquanto a Kabum garante o primeiro dragão. Ambas as equipes seguem trocando objetivos pelo mapa. A Kabum foca em isolar o Parang, jogador da rota do topo do time, em uma das rotas laterais para ficar lutando um contra um. Enquanto isso, a INTZ foca em dar o máximo de vantagem possível para seu atirador, Aphelios.
A primeira grande luta foi na rota do meio, com ambas a Kabum tentando levar a primeira torre da rota do time da INTZ. A INTZ respondeu a tentativa, segurando a torre e ainda abatendo dois jogadores da Kabum. Essa luta garantiu o Barão para o time da INTZ, que começa a forçar o jogo.
O plano da Kabum de isolar a Vayne contra o Sett em uma rota lateral não deu muito certo já que a INTZ, em uma estratégia muito inteligente, pôs a Tristana na mesma rota da Vayne como resposta. Assim, a vayne não tinha como duelar contra a tristana. A INTZ demonstrou uma dominância absurda sobre o time da Kabum, e após forçar uma luta em volta do segundo Barão, atropelou o time e a base da Kabum.

Segundo jogo

O segundo embate do dia se dá entre o Flamengo e a Prodigy. Flamengo está jogando com seu suporte reserva, Jojo, já que o principal, Luci, não está com disponibilidade para jogar. Apesar da mudança, o Flamengo ainda manteve seu grande desempenho, apesar de não ter conquistado a vitória na rodada anterior. Em contraponto, a Prodigy teve uma queda de desempenho desde a pausa do carnaval. Além da queda de desempenho, as outras equipes do campeonato parecem estar entendendo como a Prodigy gosta de jogar e estão conseguindo fazer estratégias para enfrentá-los.
O jogo começa com o Flamengo jogando para a rota do topo, e a PRG não deixa barato e responde logo depois. O Flamengo pega o dragão e logo depois controla o rio do arauto, com rápidas rotações de mapa. Quando o FLA tenta fazer o arauto, a PRG está preparara para responder, o que acarreta uma luta cedo de cinco contra cinco. Com uma grande jogada do jogador do meio da PRG, Aloned, com seu pick de Qiyana, ele consegue jogar quatro inimigos para a parede e garante a luta para seu time. No final, os abates ficaram igualados, porém o arauto ficou com a PRG.
A segunda grande luta da partida acontece em volta do terceiro dragão da partida, e parece um replay da luta do arauto: Alone de Qiyana vai pelo flanco da equipe do Flamengo, faz um estrago na luta e a PRG sai com o objetivo. Apesar do time da PRG estar liderando as lutas, a composição da PRG tem um certo prazo de validade com Pantheon, enquanto o time do Flamengo fica mais forte o quanto mais o tempo passa.
O time da PRG controla a visão em volta do Barão, e força a equipe do Flamengo a tentar responder. No momento que o Flamengo chega perto do covil do Barão, a PRG abandona o Barão e começa a lutar contra o FLA. Após algumas tentativas, o time da PRG consegue finalmente uma luta muito favorável e eles garantem o Barão e seu terceiro dragão.
Após o Barão, o time da PRG toma controle das rotações enquanto o FLA tenta dar pickoff, mas acaba perdendo torres como resposta. A PRG continua ganhando as lutas, e num ace limpo a PRG garanta o inibidor do meio e a alma do dragão da montanha.
O Flamengo, em uma tentativa desesperada, tenta fazer o Barão, sem nenhum sucesso. Novamente, a PRG chega e atropela o time do Flamengo, garantindo não só o Barão como também a vitória.

Terceiro jogo

No terceiro jogo do dia, a Vivo Keyd enfrenta a PaiN. A KeyD vem de vitória contra o Flamengo, sendo suas únicas duas derrotas na primeira semana do campeonato. A PaiN teve uma vitória convincente na rodada passada, mas ainda mostra diversos problemas com sua equipe. A PaiN é uma equipe conhecida de jogar para a rota inferior já que seu atirador, o renomado BrTT, puxa os recursos do time e o jogo para si, e isso parece ser facilmente explorado pelos outros times do campeonato.
A KeyD começou pegando dois abates em cima do topo da PaiN, Yang, mas mantém um jogo mais lento, visto que seu time precisa de tempo para escalar. A PaiN, sabendo dessa informação, rapidamente tenta acelerar o jogo agrupando em cinco para controlar o dragão e o arauto. A PaiN garante os objetivos, entretando no arauto a PaiN inicia uma luta iniciando no suporte da KeyD, Professor, com seu pick de Braum. Com seus ultimates globais, a KeyD responde muito bem o engage da PaiN e consegue diversos abates, o que acelera bastante o jogo.
A disputa segue com a Vivo KeyD forçando as rotas laterais com Ekko e Pantheon, enquanto o caçador, Grell, continua farmando e ficando cada vez mais forte com seu pick de Karthus. A PaiN consegue pegar alguns abates na rota do meio, mas não conseguem converter em nenhum objetivo. Enquanto isso, o Ekko leva as torres das rotas laterais e controla a visão do Barão.
A KeyD garante o Barão e continua com seu setup de 1-3-1 e garantindo os objetivos neutros, enquanto a PaiN parecia não saber o que fazer para ganhar a partida. A KeyD simplesmente não reconheceu a PaiN, e conseguiu uma vitória limpa e fácil em cima da melhor torcida do mundo.

Quarto jogo

O último confronto da semana se dá entre Furia e Redemption. As duas equipes parecem um pouco perdidas sobre seu estilo de jogo, estando bem inconstantes no campeonato. Apesar disso, a Furia está em uma posição um pouco mais confortável na tabela, enquanto a RDP está nas últimas colocações.
O jogo começa bem lento, com nenhum dos dois times fazendo grandes movimentações. Após um tempo de jogo, a Redemption toma a iniciativa, pegando diversos dragões e forçando algumas jogadas. A Redemption pressiona a Furia, que só aceita o jogo da RDP.
O jogo dá uma travada perto dos 20 minutos, com ambas as equipes não sabendo muito o que fazer. A Redemption espera o quarto dragão nascer, e força uma luta em volta dele. O time da RDP garante não só a alma do dragão do oceano, como também uma boa luta pós-objetivo, o que também garantiu para eles o Barão sem contestação.
A Furia fica acuada na sua base, sem saber direito como se defender, enquanto a Redemption acelera e devasta a base da Furia. A Furia ainda tenta uma última luta desesperada, porém sem esperanças. A Redemption garante a vitória em um jogo bem apático das duas equipes.

A décima rodada do CBLoL termina com a Vivo KeyD tomando a liderança do Flamengo na tabela, enquanto a Redemption segue em último colocado. Kabum e INTZ seguem com apenas uma vitória acima da Redemption. PaiN Gaming e Furia seguem empatadas na quarta posição, e Prodigy continua na terceira colocação. Semana que vem voltamos com a sexta semana do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

Advertisement
Comments

Mais lidas