Connect with us

cinema

Compre a camisa ‘Horcruxes Got Soul’ de J.K. Rowling

Avatar

Published

on

No dia 2, durante uma breve troca com John Green no Twitter, JK Rowling revelou as camisas de Harry Potter que ela possui.

O boato surgiu quando Green, que é uma adição recente à lista de “Following” de Rowling no Twitter, em tom de brincadeira twittou sobre as diversas roupas online de Potter:

Com a temporada de férias se aproximando, e  o fato de que há algum item de Potter em sua lista de compras, nós pensamos em sugerir esta camisa “Horcruxes Got Soul” como o item perfeito para o bruxo ou feiticeiro em sua vida.

“Esta não é apenas uma camisa inteligente Potter”, você vai dizer a pessoa que você presentear isto “, mas J.K. ROWLING possui.”

Você pode comprar a camisa “Horcruxes Got Soul” na SnorgTees.com.

Advertisement
Comments

cinema

Sean Connery morre aos 90 anos

Ícone do cinema, ator foi o primeiro a interpretar o agente 007 nos cinemas.

Avatar

Published

on

Faleceu na madrugada deste sábado (31) o ator Sean Connery, conhecido mundialmente por ter vivido a primeira versão de James Bond nos cinemas. Um dos maiores ícones da sétima arte, o britânico tinha 90 anos e, segundo apurou o site de notícias BBC, morreu dormindo em sua residência nas Bahamas.

Com mais de 50 anos de carreira e 94 papéis no currículo, Connery atuou em seis longas da franquia 007 entre as décadas de 1960-80 e foi apontado em inúmeras enquetes como o melhor intérprete de James Bond. Além disso, o ator venceu o Oscar em 1988 na categoria de melhor ator coadjuvante por seu papel no drama Os Intocáveis, de Brian de Palma.

O astro também venceu o Globo de Ouro por três vezes, o Bafta por duas vezes e acumulou mais de 30 prêmios durante a carreira. Connery também se destacou em produções como O Nome da Rosa (1986), onde deu vida ao protagonista, e Indiana Jones e a Última Cruzada – de 1989, no qual interpretou professor Henry Jones, pai do arqueólogo vivido por Harrison Ford.

Em 2000, recebeu o título de cavaleiro da Ordem Britânica da Rainha Elizabeth II. O último trabalho de Connery foi a animação Sir Billi, lançada em 2012, na qual ele fez a voz do personagem principal.

Continue Reading

cinema

Sacha Baron Cohen doa 100 mil dólares para comunidade de babá que aparece em Borat 2

Depois que Jeanise Jones conquistou o público em Borat 2, a estrela e criador Sacha Baron Cohen entrou em contato para ajudar.

Avatar

Published

on

By

Depois que Jeanise Jones conquistou o público em Borat 2, a estrela e criador Sacha Baron Cohen entrou em contato para ajudar.

O ator doou $ US 100.000 para a comunidade de Jones em Oklahoma City em seu nome. O dinheiro, que será distribuído pela Igreja Batista Ebenezer a pedido de Jones, e foi destinado para abrigo, alimentação e quaisquer outras necessidades da comunidade.

Jones rapidamente se tornou uma estrela emergente do filme quando ela apareceu como uma “babá” para o personagem de Tutar, interpretado por  Maria Bakalova, pensando que Tutar era uma garota de 15 anos que corria o risco de se casar com um homem mais velho. Jones originalmente pensou que ela estava participando de um documentário sobre noivas crianças.

O pastor Derrick Scobey, que já montou um G oFundMe para Jones que atingiu mais de US $ 127.000 em doações, diz à People que está grato por Cohen querer apoiar Jones e acreditar no alcance da comunidade da igreja e na capacidade de ajudar. Ele também enfatizou que nenhum dinheiro irá para a própria igreja.

Borat 2 está disponível no Amazon Prime.

Continue Reading

cinema

Joss Whedon nega que tenha embranquecido personagem da Liga da Justiça

O diretor culpou o colorista do filme pela mudança de tonalidade de pele dos atores negros.

Avatar

Published

on

By

Em uma entrevista a revista Forbes, Ray Fisher acusou entre executivos da Warner e o diretor Joss Whedon de racismo, e ainda disse que o diretor embranqueceu uma personagem do filme pois ouviu dizer que ele não gostava de pessoas negras.

O diretor agora pouco respondeu (através de um porta-voz ao site EW) as acusações do ator que interpretou Cyborg no filme da Liga da Justiça, dizendo que não existe qualquer prova sobre o ocorrido e negou que tenha feito embranquecimento de personagem do filme.

“O indivíduo que ofereceu esta declaração reconheceu que era apenas algo que ele tinha ouvido de outra pessoa e aceitou como verdade, quando na verdade uma simples pesquisa provaria que era falso. Como é padrão em quase todos os filmes, havia várias pessoas envolvidas na mixagem do produto final, incluindo o editor, o responsável pelos efeitos especiais, o compositor, etc., com o colorista sênior responsável pelo tom, cores e clima da versão final. Esse processo foi ainda mais complicado neste projeto pelo fato que [o diretor original] Zack [Snyder] filmou, enquanto Joss refilmou, o que exigiu que a equipe, liderada pelo mesmo colorista sênior que trabalhou em filmes anteriores para Zack, reconciliasse os dois.

Fisher também disse à Forbes : “Antes do processo de refilmagem da Liga da Justiça, conversas abertamente racistas foram mantidas e entretidas – em várias ocasiões – por ex e atuais executivos de alto escalão da Warner Bros. Pictures. Os tomadores de decisão que participaram dessas conversas racistas foram Geoff Johns, Jon Berg e o atual presidente do Warner Bros. Pictures Group, Toby Emmerich”

A declaração do porta-voz de Whedon não nega categoricamente que tal mudança foi feita, mas empurra a culpa potencial para mais partes, como o colorista do filme.

A Warner Bros. se recusou a comentar as últimas declarações de Fisher ao EW.

Zack Snyder’s Justice League estreia em 2021 na HBO Max.

Continue Reading

Parceiros Editorias