poltrona yesterday poster

Crítica – Yesterday “um gostoso filme pra se assistir a qualquer hora”

Visto que esse filme é apenas para divertir e emocionar, creio que ele cumpre seu propósito e trará sorrisos e até lágrimas ao público

Olá, Beatlemaníaco, chegou a sua hora! Se você está carente de um novo filme com músicas dos Beatles, já que Across the Universe fez 12 anos, delicie-se com Yesterday.

Dirigido por Danny Boyle, o aclamado diretor de “Quem Quer Ser Um Milionário?” (entre outros muitos bons filmes), temos aqui uma distopia protagonizada por Himesh Patel, interpretando o personagem Jack Malick.

Yesterday filme Beatles Danny Boyle

Jack é um aspirante a música fracassado que vê sua vida mudar quando, após um acidente, o mundo inteiro se esquece dos Beatles, menos ele. Dessa forma, conquista sua carreira musical com o setlist da banda e a ajuda de sua agente Ellie (Lily James) e Ed Sheeran (interpretando a si mesmo).

Se tiver a chance de ir ao cinema sem ver nenhum trailer, faça isso. Infelizmente, o filme quase todo está ali. Se já assistiu, tudo bem, não haverão grandes surpresas, mas será gostoso também.

Seguindo uma narrativa simples, repleta nas músicas dos Beatles e com piadas pontuais, Yesterday é um gostoso filme pra se assistir a qualquer hora que ele passar na TV. Os personagens são interessantes, são críveis e o enredo te apresenta outros fatores pra “explicar” o desaparecimento da famosa banda da memória de quase todos.

Aqui entra aquele clichê de fama x romance, que pra mim é a parte mais fraca do filme, e onde a personagem da Lily James me irrita.

Yesterday

Destaque para Himesh Patel, que segura muito bem o personagem e se conecta aos companheiros de tela. Já Lily James, coadjuvante nessa história, apesar da ótima atuação (num papel muito conhecido pra ela) tem pouco desenvolvimento de personagem. O roteiro falhou nessa construção e nos apresenta uma garota insegura culpando a outros pelos passos que ela mesma não tomou. É preciso que mais da metade do filme se passe pra que o comportamento da personagem mude, então o roteiro se baseia nos sorrisinhos da atriz pra manter a personagem relevante por boa parte do filme.

Ed Sheeran tá ali… existindo… se fazendo piadas, sendo zuado e sendo fofinho mesmo sem ter expressão nenhuma. Mas gosto muito da participação dele, principalmente na primeira metade do filme.

ed sheeran yesterday

Direção simples, roteiro com algumas falhas e fotografia com pontos muito bonitos mais para o terceiro ato, Yesterday não carrega mensagem, mas se apoia na nostalgia do público e no conhecimento profundo dos Beatles pra trazer emoção.

Saindo da cabine alguns amigos me pararam e fizeram várias perguntas que, se eu respondesse, seriam todas spoilers. Mas muitos de seus palpites estavam corretos, o que só prova a simplicidade do roteiro. Mas tem um momento feito pra gente chorar… e vale cada instante.

Visto que esse filme é apenas para divertir e emocionar, creio que ele cumpre seu propósito e trará sorrisos e até lágrimas ao público.

Por apelar demais para a nostalgia, acaba esquecendo que a maioria dessas músicas não faria sucesso hoje, sem o contexto que os Beatles trouxeram, mas a gente releva pelo bem da distopia.

Só mais um comentário: pela participação do Ed Sheeran e sua relevância como cantor e compositor… se pararmos pra pensar, o filme pode levar a entender que ele é como os Beatles, na nossa geração… … … … … apelou, eihn.

Mas vamos evitar pensar demais, o filme foi feito pra ser raso e apenas divertido.


Yesterday estréia dia 29 de agosto nos cinemas nacionais. Assiste e diz pra gente o que achou!!

Yesterday

6.5

Nota

6.5/10

Pros

  • Terceiro ato, nostalgia, setlist.

Cons

  • Não tocar "Something" nem "If I Fell".
  • O trailer mostra demais
Total
0
Shares
Previous Article
blast 2019

MIBR representará o Brasil no BLAST Pro Series Moscow 2019

Next Article
Tenet

Tenet - Novo filme de Christopher Nolan ganha teaser

Related Posts
Total
0
Share