Cruzeiro e E-Flix rompem contrato

Dessa forma, a marca Cruzeiro sai do mercado de eSports.

Anunciada em Outubro de 2020, a parceria entre Cruzeiro e E-Flix Esports está oficialmente encerrada. Dessa forma, a marca cruzeiro sai das equipes de esportes eletrônicos que eram administradas pela E-Flix, como no caso do League of Legends, FIFA e do Free Fire.

O acordo funcionava de forma que o clube Cruzeiro não tinha nenhum gasto financeiro, uma vez que toda a manutenção de estrutura e atletas era realizada pela E-Flix, enquanto os lucros eram compartilhados, de forma que a visibilidade da marca Cruzeiro tendia a aumentar os ganhos da equipe.

O anúncio foi feito em nota pela própria E-Flix Esports em seu twiiter, porém ainda não houve manifestação por parte do Cruzeiro.

De acordo com a nota, a rescisão ocorreu conforme previsto contratualmente, onde a dissolução da parceria era facultativa a ambas às partes.

Gerando muitas dúvidas entre internautas sobre como ficaria o sistema de franquias do CBLOL, uma vez que havia ocorrido um processo de seleção dos participantes, se com a saída do Cruzeiro, abriria uma vaga para equipes como Keyd ou Havan tentarem entrar.

A resposta é: Não. A vaga no sistema de franquias, assim como o contrato com atletas, centro de treinamento, entre outros, estão todos no nome da E-Flix, que agora tem a possibilidade de seguir nessas competições como marca própria, ou buscar novas parcerias de marketing.

Dessa forma, a única mudança que ocorre é que a empresa não pode mais se utilizar da logomarca e da nomenclatura do Cruzeiro Esports.

E-Flix rompe com Cruzeiro, encerrando a existência do Cruzeiro Esports.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share