Em 25 anos de Se7en, conheça 25 fatos sobre o filme

Sem sombra de dúvidas Se7en – Os Sete Crimes Capitais é um dos filmes mais marcantes do anos 90
Seven Os Sete Pecados Capitais

Sem sombra de dúvidas Se7en – Os Sete Crimes Capitais é um dos filmes mais marcantes do anos 90. Responsável por alavancar a carreira do diretor David Fincher à um novo patamar, a obra completou 25 anos na semana passada. Em comemoração, fizemos esse apanhado de 25 curiosidades sobre o filme. Como de mistério já basta a trama, vamos para nossa lista:

  1. Um dos aspectos mais marcantes do filme é a atuação de Brad Pitt, mas por muito pouco outro ator não assumiu o papel. Denzel Washington foi a primeira escolha para interpretar o detetive Mills, mas na época por achá-lo sombrio demais o ator passou a oportunidade. Anos mais tarde ele afirmou que se arrependeu de sua escolha.
  2. Durante uma das cenas de perseguição à John Doe, Pitt realmente quebrou o braço. A solução encontrada pelo filme foi incluir a lesão como parte do personagem.
  3. Uma das grandes inspirações para o roteirista da história, foram os meses que passou em Nova Iorque. Nessa época Andrew Kevin Walker ainda tentava adentrar a indústria cinematográfica.
  4. Inclusive, em uma homenagem posterior para ele, Fincher nomeou três detetives de seu próximo filme, Clube Da Luta de Andrew, Kevin e Walker.
  5. O final original do filme era com John Doe assassinando Mills para ser baleado por Somerset logo depois.
  6. O xingamento “fuck” é dito um total de 74 vezes. Um número bem alto até para um filme com a sua classificação etária.
  7. Os cenários de Hollywood são sempre reutilizáveis. Por isso, a biblioteca que o personagem de Morgan Freeman vive frequentando serviu como banco em O Máskara.
  8. Da mesma forma, o café da cena em que ele se encontra com Gwyneth Paltrow foi usado na produção de 60 Segundos.
  9. Todos os números do prédios que aparecem nas cenas de abertura começam com o número 7.
  10. Para os executivos o final era muito pesado para vender, logo, se posicionaram contra. Graças a Brad Pitt e Morgan Freeman, que bateram o pé se recusando a promovê-lo caso a conclusão fosse modificada, o final ficou como está.
  11. Antes de terminar o roteiro, Andrew Kevin imaginava o William Hurt no papel de Freeman. Dessa vez o resultado final ficou um bilhão de vezes melhor que a imaginação.
  12. Não só ele, mas Al Pacino também foi cotado para o papel, infelizmente ele estava ocupado com City Hall – Conspiração No Alto Escalão.
  13. Por muito pouco o mexicano Guilhermo Del Toro não foi o diretor do filme. Segundo ele o filme era pesado e obscuro demais para a sua visão romântica e sombria de cinema.
  14. Antes de começarem a gravar, Kevin Spacey perguntou ao diretor se deveria raspar sua cabeça para o papel, Fincher respondeu que rasparia se ele raspasse também. O resultado foi os dois carecas durante toda a produção.
  15. Um outro nome passou pela produção para interpretar o assassino John Doe. O ex-vocalista da banda R.E.M. Michel Stipe foi cotado para o papel, mas, felizmente, não ficou com ele.
  16. Em contrapartida, Brad recusou uma participação em Apollo 13 – Do Desastre Ao Triunfo para participar de Se7en. Não posso dizer que não gostaria de vê-lo ao lado de Tom Hanks no drama espacial, mas de qualquer forma, sua presença em Se7en é fundamental.
  17. A única vítima que John Doe mata com as próprias mãos é Tracy, personagem de Paltrow.
  18. Antes de Fincher assumir o projeto, David Cronenberg (Mapa Para as Estrelas e A Mosca) recusou a chance de dirigir o longa.
  19. Darius Khondji também revelou sua inspiração. Para ele o reality show americano “Cops”, que acompanhava a rotina de agentes da lei, ajudou a traçar os planos e a compor a imagem de Se7en.
  20. David Ficher tem um jeito bem único e quando foi perguntado sobre a possibilidade de uma possível sequência disse “eu estaria menos interessado nisso do que em apagar cigarros nos meus próprios olhos”. Acho que isso é um não!
  21. O nome de Kevin Spacey não é mostrado nos créditos iniciais do filme. Dessa forma o público tem o máximo de choque quando ele aparece na tela.
  22. O filho de Morgan Freeman faz uma ponta no filme. Ele é o personagem responsável por tirar as impressões digitais dos suspeitos.
  23. Uma outra versão do começo do filme mostrava o detetive Somerset viajando para o interior em busca de uma casa para fugir do agito metropolitano.
  24. Por mais que o filme aconteça em uma cidade fictícia, a maior parte das cenas foram filmadas na Califórnia e na Pensilvânia.
  25. Muitos espectadores afirmam ter visto a cabeça de Tracy no final do filme, mas a verdade é que isso nunca acontece. “fizemos um trabalho tão bem feito que não precisamos realmente mostrar a cabeça na caixa para você saber que ela está lá.” Afirmou David Fincher.

Com sua premissa única, Se7en marcou o imaginário dos filmes de detetive. Sua estética suja e underground povoou a cabeça dos espectadores e ele se ergue como um dos filmes mais relevantes do cinema contemporâneo. Atualmente, Fincher trabalha em Mank, história sobre o roteirista de Cidadão Kane. Pode apostar que vem coisa boa por aí.

Ficou interessado em (re)assistir Se7en? O filme está disponível no catálogo da Netflix para quem quiser dar uma olhada!

Total
0
Shares
Related Posts