mit coach

Ex-comentarista da Riot, Gabriel “MiT” Souza, é acusado de estupro

MiT, que já teve passagem como coach na PaiN e no Flamengo e já foi comentarista no Circuitão, até o momento não se pronunciou sobre a acusação.

Aviso: O material desta matéria pode ser gatilho, por conter palavras e contexto pesado.

Na madrugada desta terça-feira (5) o Caster e ex-coach de League of Legends, Gabriel “MiT” Souza foi acusado de estupro. A vítima, Daniela Li, expos toda a história em seu Twitter, contando nos mínimos detalhes o terror que passou a 6 ou 7 anos atrás.

Em seu texto, Daniela disse que o conheceu por um aplicativo de relacionamentos, e que desde o começo se sentiu desconfortável. Mas foi quando ela resolveu sair com ele, afim de dar uma chance, que o abuso aconteceu. Ela comenta, que no meio dos beijos, ele “botou o pênis pra fora […] e começou a forçar minha cabeça para chupa-lo, o que eu claramente NÃO queria e ele sabia”.

Daniela ainda diz que não tinha entendido o que aconteceu com ela naquela noite, que não conseguia acreditar e nem assimilar tudo que aconteceu, ainda mais por ele ser uma pessoa influente no meio.

“Até então, eu não tinha a consciência que eu tenho hoje, eu só não acreditava que aquilo tinha acontecido comigo e que alguém como aquele cara, que eu admirava inclusive, tinha feito algo assim”, lamenta.

Ela ressalta que ninguém sabia até então, mas que ela contou para algumas meninas e percebeu que não foi a única vítima. “[…] contei para algumas meninas esse ano e chegou até outra menina que me contou que foi abusada pelo mesmo cara. E também que ela conhece outras, que nós duas não fomos as únicas”.

A cosplayer Debora Fuzeti, ao se solidarizar a Daniela, contou que também foi vítima de Mit e que foi da mesma forma.

Além disso, outras mulheres começaram a comentar sobre o caso, até mesmo a ex namorada de MiT, Carolina BF, comentou sobre o ocorrido e deixou a entender, qual foi o motivo do término e de como foi difícil pra ela.

Segundo apuração de Roque Marques, a Riot Games se pronunciou dizendo que Gabriel ‘MiT’ não fará parte da equipe em 2021. “A Riot Games informa que o corpo de casters do CBLOL será divulgado nos próximos dias. A empresa confirma, contudo, que Gabriel ‘MiT’ Souza não está entre os talentos contratados para a Temporada 2021 do campeonato”.

Segundo o relato da vitima, o crime é de estupro. O artigo 213 do nosso código penal deixa claro sobre a classificação do crime de estupro, aonde se lê “Constranger mulher à conjunção carnal, mediante violência ou grave ameaça“, constranger significa forçar alguém a pratica sexual. Inclusive vale dizer que assédio não é estupro, assédio sexual é se valer de ser superior hierárquico de alguém para obter vantagem sexual, neste tipo de crime, o assédio, não existe violência ou grave ameaça.

MiT, que já teve passagem como coach na PaiN e no Flamengo e já foi comentarista no Circuitão, até o momento não se pronunciou sobre a acusação.

Total
179
Shares
Previous Article
Snyder Cut

Zack Snyder não fará mais filmes da DC

Next Article
attack on titan anime cdl 1280x720

Mangá de Attack on Titan chega ao fim em abril

Related Posts
Total
179
Share