Connect with us

cinema

Ex-presidente da DC diz que Geoff Johns cometeu abusos contra quadrinistas

Fãs criticaram também o fato de que influenciadores e jornalistas estariam mais incomodados com o orçamento da Snyder Cut do que com as denuncias contra Geoff Johns.

Avatar

Published

on

Colaborou: Nataly Souza

Depois que Ray Fisher fez as denuncias contra Geoff Johns, um dos mais importantes nomes dos quadrinhos e da DC Comics como o todo, muita gente duvidou, e continuaram mesmo depois que Jason Momoa, o Aquaman, endossou as suas denuncias, mas será que diante da palavra da presidente de uma empresa ainda continuaria difícil de acreditar?

Diane Nelson, ex-presidente da DC Entertainment comentou ontem no Twitter que Geoff Johns cometeu sim abusos não só contra os membros da produção da Liga da Justiça, mas também abusos contra seus amigos de trabalho nos quadrinhos.

No Twitter, durante uma conversa, a executiva defendeu seus parceiros de trabalho e disse que eles também foram vitimas de de abusos por parte do produtor e quadrinistas da DC Comics. Duas pessoas estavam comentando sobre as alegações e por fim a executiva interpelou e endossou as denuncias contra Geoff.

Todos os escritores de quadrinhos que geralmente são muito opinativos (ou dão muitas opiniões) quando Zack está nos trending, estão em silêncio com o fato de que Geoff Johns é um abusador. Onde estão vocês todos?

Lembre-se que isso não aconteceu com eles, por isso isso não importa

Ah, isso aconteceu com muitos deles” Respondeu Diane.

Diane Nelson apagou a sua conta logo depois de fazer a alegação.

Diane Nelson é uma executiva de negócios americana que foi presidente da DC Entertainment de 2009 a 2018 e presidente e diretora de conteúdo da Warner Bros. Interactive Entertainment de 2013 a 2018.

Ray Fisher, que começou com as denuncias, terá um destaque também no próximo Liga da Justiça, uma versão do diretor do filme de 2017 de mesmo nome.

Zack Snyder’s Justice League estreia em 2021 na HBO Max.

Advertisement
Comments

Parceiros Editorias

Mais lidas