Goosebumps Halloween Assombrado “Filme maravilhoso!”

Antes mesmo de começar a critica preciso falar que EU AMO FILMES DE HALLOWEEN. Então já peço perdão adiantado pela parcialidade.

Fomos convidados pela Sony Pictures para conferir o lançamento de Halloween deles: Goosebumps – Halloween Assombrado, “sequencia” do filme “Goosebumps – Monstros e Arrepios”

Vamos aqui rapidinho lembrar o enredo do primeiro filme:

O jovem Zach Cooper (vivido por Dylan Minnette) se muda de Nova York para uma cidade pequena dos Estados Unidos, para onde a mãe é transferida. Lá, eles passam a morar na casa ao lado da de Hannah (Odeya Rush) – por quem o adolescente se apaixona – e o pai, o ranzinza R. L. Stine (Jack Black maravilhoso como sempre). Depois de escutar gritos vindo da propriedade ao lado, Zach invade a residência com a ajuda do medroso colega (Ryan Lee) e acaba, acidentalmente, abrindo um dos livros e, consequentemente, dando início à libertação de todos os monstros criados por Stine. Juntos, eles terão que mandar as criaturas de volta para as prateleiras.

Pronto, apresentado o enredo do primeiro filme vamos falar do segundo, Goosebumps Halloween Assombrado.

Ele é e não é uma sequencia do primeiro. Possui ao mesmo tempo uma história própria e segue o mesmo modelo de sucesso do primeiro blockbuster. Mesma linha de personagens: dois meninos e uma menina, mas dessa vez irmãos, o que é bem vindo para não tirar o foco principal da história com algum romance de fundo(olá primeiro filme), e sim trabalhando a dinâmica familiar desses irmãos de maneira bem realista, com direito até as implicâncias que todos vivemos quando temos irmãos em casa.

Ken Jeong como sempre hilário e roubando a cena toda vez que aparece como Sr Chu. NÃO É UM CASAL COMO PROTAGONISTA. Que coisa ótima, sério. Vamos valorizar mais o amor familiar e menos o romântico, ainda mais em filmes infantis. As piadas e as referências a clássicos de terror. Isso torna o filme interessante pra um público mais velho também. O final do filme é maravilhoso com o gancho.

O que eu tenho a reclamar? Jack Black apareceu muito pouco, ele foi maravilhoso em suas cenas e poderia ter aparecido bem mais.

Sobre os aspectos técnicos, sou só elogios. Efeitos especiais bons, uma fotografia simples e impecável, cores sempre numa paleta simples que combina completamente com esse tipo de filme e uma trilha sonora contagiante e bem distribuída.

Assistiria novamente e ele facilmente se tornaria um dos meus comfort movies.

Goosebumps Halloween Assombrado estreia hoje nos cinemas.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share