druk 1

Leonardo DiCaprio é sondado para fazer versão americana de “Druk”

Longa dinamarquês foi o vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Domingo, dia 25 de abril, aconteceu a 93ª cerimônia do Oscar. Entre os indicados da noite estava um filme dinamarquês, “Druk”, dirigido por Thomas Vinterberg. O filme recebeu duas indicações ao Oscar de 2021, por Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Filme – levando a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro, uma marca excelente e merecida para o filme.

“Druk” tem como protagonista Mads Mikkelsen, o ator dinamarquês que também faz vários filmes de Hollywood. E agora, logo após o triunfo de ganhar o Oscar, foi anunciado que os direitos do filme foram comprados para fazer uma adaptação americana, em língua inglesa. 

O filme é extremamente bem feito e sua mensagem é universal. Para mais detalhes, não deixe de conferir nossa crítica completa do filme.

Por ser um filme de fácil absorção e, agora, vencedor do Oscar, a escolha de fazer uma versão hollywoodiana é sábia. O melhor de tudo é que a produtora que comprou os direitos do longa pertence a Leonardo DiCaprio. Logo, existem chances altíssimas de que possamos vê-lo atuando no papel que Mikkelsen interpretou originalmente.

Imaginem só DiCaprio interpretando um homem no meio de uma crise de idade, agindo sem ter noção das consequências de seus atos enquanto vive uma experiência catártica. Esse é o papel que muitos atores sonhariam em interpretar. Aos fãs do bom cinema e entusiastas de uma boa atuação, torcer para que o papel seja feito pelo próprio DiCaprio é uma obrigação. 

Ainda não existe nada de oficial quanto ao elenco, mas as informações que podem ser confirmadas é que o diretor original, Thomas Vinterberg, será produtor executivo do filme, mas não fará parte da escrita do roteiro ou da direção geral.

Druk foi vencedor do Oscar na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

Total
0
Shares
Previous Article
Poster do filme Deadpool.

EXCLUSIVO | FX vai exibir Especial "Heróis Temperamentais" às sextas

Next Article
warnermedia

WarnerMedia anuncia planos para produzir 15 filmes por ano na América Latina, sendo cinco deles no Brasil

Related Posts
oxigenio
Leia

Crítica | Oxigênio

A ficção científica francesa impressiona ao se expandir tanto no macro quanto no micro.
Total
0
Share