LoL | Riyev anuncia aposentadoria em vídeo desabafo sobre sua carreira

“Procure ajuda de amigos, ajuda profissional, não tente se virar com tudo sozinho…”

Nessa segunda feira (14), Marcelo “Riyev” Carrara postou uma série de cinco vídeos em seu Twitter falando sobre sua carreira e anunciando sua aposentadoria.

O que chamou mais atenção no vídeo, no entanto, não foi o anúncio de sua aposentadoria, e sim o pedido que ele faz ao longo dos vídeos: “Organizações, prestem atenção nas pessoas que cuidam dos seus atletas.”

Inicialmente, o Suporte fez um breve histórico sobre sua carreira, falando desde quando começou na Dai Dai Gaming, sua punição em 2015, sua passagem com altos e baixos pela KaBuM! e-Sports, e por fim seus últimos anos na Falkol.

Então Riyev manda o recado pelo qual continua a embasar seus vídeos:

“Gente, prestem muita atenção em quem vocês vão contratar pra Staff, pra quem vai cuidar de player, pra quem vai falar com player, tomem muito cuidado. Porque se vocês chamarem um cara errado, cês podem acabar destruindo um time, e até afetando muito mais pessoas, que foi o meu caso.” desabafa.

Ao longo dos vídeos Riyev repete várias vezes sempre ter sido um jogador não muito bom e até mesmo ruim, que não era bom igual todos a sua volta, e que principalmente era pouco confiante, mas que por ser bastante dedicado ele conseguia bater de frente com os outros jogadores do cenário e acompanhar seu time, e tendo principalmente Alexandre “TitaN” Lima dos Santos ao seu lado o ajudava pelo fato do TitaNzinho ser um jogador que exalava confiança. Porém, com o tempo e com acontecimentos, como seu afastamento do time nas primeiras partidas do 2º split de 2018, o jogador começou a se sentir cada vez menos confiantes e menos próximo ao resto do time. E que isso teria ficado ainda pior com a chegada de Wong “Tabe” Pak Kan no elenco.

O técnico chegou para a staff da KaBuM! no fim de 2018 com a proposta de comandar a equipe durante 2019. Entre suas “metodologias” estava o comportamento de afirmar para seus jogadores que eles eram horríveis e não sabiam jogar. Riyev conta que em particular com ele, Tabe perguntava se ele queria que ele jogasse em seu lugar, minando cada vez mais sua confiança.

A passagem de Tabe pela KaBuM! foi uma das mais tumultuadas e polêmicas, com o técnico afirmando diversas más condições para atuar (todas rebatidas pela equipe) e usando de metodologias polêmicas, ineficazes e que inclusive pioravam a atuação de seus jogadores. Sobre seu comando, a equipe somou 6 derrotas consecutivas. Sem seu comando direto (visto que Lee “Hiro” Woo-suk foi contratado e Tabe passou a ser auxiliar), a KaBuM se recuperou, conseguindo 9 vitórias e 6 derrotas, totalizando um placar 9-12, a sexta colocação, e escapando do rebaixamento.

Riyev continua a comentar que esses acontecimento minaram a pouca confiança que tinha, de forma que ele perdeu seu interesse em se dedicar e seu nível de jogo começou a cair.

O jogador passa então a salientar a importância de jogadores e jovens que tem como objetivo entrar nesse universo de se cuidarem e cuidar do seu mental, que quando perceberem que sua confiança está afetada é o momento de procurar ajuda, mesmo que seja de amigos, e que eles não precisam passar por essas coisas sozinhos igual acabou passando.

Para encerrar, fazendo um balanço sobre sua carreira, Riyev afirma estar satisfeito com sua caminhada, tendo vencido Circuito Desafiante, CBLOL (2 vezes) e Rift Rivals, e ainda tido a oportunidade de participar do MSI e do Worlds, que poderia ter jogado melhor, mas que tinha orgulho de sua carreira.

Em 7 anos de carreira como jogador, Riyev conquistou 4 títulos. Em 10 anos de carreira Tabe conquistou apenas 2 (um como jogador, um como técnico), sendo seu maior destaque o vice campeonato do Worlds 2013, quando o nível mundial de LoL era menor que o atual.

Riyev, duas vezes campeão do CBLOL pela KaBuM!, se aposenta do cenário competitivo.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share