Neil Gaiman fala que brasileiros são os únicos a questionar diversidade em Sandman

Autor disse em live que brasileiros são os únicos a questionar sobre isso e claramente os que criticam nunca leram a obra.

Durante uma live promovida pela CCXP e Editora Intrínseca, o autor de quadrinhos e livros celebrados no mundo inteiro, Neil Gaiman, falou sobre os brasileiros que pediram no Twitter que a série Sandman não tivesse representatividade de pessoas negras, trans e gays.

O autor foi perguntando pelo ator e comediante brasileiro Fernando Caruso sobre as criticas e ataques que recebeu sobre a série Sandman, atualmente em produção, o artista questionou se este tipo de abordagem ele teve em outros momentos da carreira ou em outros momentos. Neil foi enfático, disse que este tipo de abordagem apenas esta vindo do Brasil.

“No Twitter, parece ser, especificamente um fenômeno brasileiro, falando isso. Além dali, eu não tenho visto essa sensação de pessoas tentando ser mais espertas que Sandman, quando elas claramente nem o leram. Essa foi a coisa mais estranha sobre isso. ‘Ah, sim, nós lemos que você vai modernizar Sandman, então vai ser esse Sandman moderno, com gays e lésbicas e pessoas trans e talvez pessoas negras’. Sim, isso é Sandman, é o mesmo Sandman de 33 anos atrás então tudo que isso me diz é que estás pessoas nunca leram Sandman. Então, essa idiotice em particular, esse sentimento de que você sendo trollado por pessoas estúpidas que não fazem idéia do que elas estão trollando é especificamente algo brasileiro…”

O autor finalizou dizendo que entende que isso não representa a totalidade dos fãs da obra e sabe que estes nem sabem o que é Sandman, e elogiou os fãs brasileiros da sua obra que a amam de verdade.

O momento pode ser visto a partir de 1 hora e 10 minutos de live, e claro você pode ver a resposta completa do autor.

No Brasil, para a comunidade de cultura pop internacional, a mudança de postura politica do brasileiro que o próprio governo a classifica como pária (uma nação cuja conduta é considerada fora das normas internacionais de comportamento por parte ou por toda a comunidade internacional como a Organização das Nações Unidas), está sendo retratado em HQs da Marvel como uma nação de extrema direita que persegue mutantes.

Sandman ainda não tem data para estrear na Netflix.

Total
896
Shares
Previous Article
loud arena dazz 1

Dazz marca presença na Arena Gamer LOUD DBG inaugurada em São Paulo

Next Article
jeremias alma

Panini | Jeremias ganha nova graphic novel

Related Posts
Total
896
Share