FALCAO E SOLDADO INVERNAL

Primeiras Impressões | Falcão e Soldado Invernal “Divertida”

No geral, a série é divertida e envolvente, e merece ainda o mérito de realmente explorar e trazer para o MCU novos personagens e elementos dos quadrinhos do Capitão América.

Antes nas telonas como os dois melhores amigos do Capitão América, agora tanto Sam quanto Bucky assumem o papel de protagonistas de suas próprias histórias, que temos o prazer de conhecer através dessa nova série da Marvel. Falcão e o Soldado Invernal estreou na última sexta-feira (19/03) e conta com a direção de Kari Skogland e Malcom Spellman como showrunner.

O gancho para o episódio inicial é a cena em que um Steve Rogers (Chris Evans) inesperadamente idoso entrega seu escudo para Sam (Anthony Mackie), passando adiante seu manto e todo o simbolismo que faz parte de ser o Capitão América. Ao relembrar esse momento, porém, Sam recusa o chamado de seu amigo logo nas primeiras cenas, e entrega o escudo para o museu dedicado ao Capitão.

Em uma estrutura narrativa convencional com a qual estamos acostumados – ao contrário de toda a ousadia de WandaVision -, acompanhamos Sam na força aérea e lidando com dramas familiares e financeiros, enquanto Bucky está consumido pela culpa de tudo que fez durante o tempo que estava sob controle da Hydra. Um dos principais méritos do piloto é trazer à tona o verdadeiro dia a dia das pessoas por trás das máscaras e armaduras, desenvolvendo mais a fundo tanto Sam quanto Bucky.

Considerando que o foco desse primeiro episódio é apresentar melhor o cotidiano, background e as relações dos personagens, ou seja, promover um verdadeiro set up, as cenas de ação, ainda que presentes, por enquanto não são o grande destaque. Independente disso, o padrão Marvel de qualidade é mantido, com sequências fenomenais que nos transportam para o que parece ser um filme nos cinemas, como a missão de resgate completamente aérea, logo de cara. 

Dito isso, é interessante notar o equilíbrio entre esses dois pontos: a ação, que é grande foco do núcleo Capitão América, em contraponto às cenas mais pacatas dos heróis como pessoas reais, envolvendo família e até encontros românticos fracassados.

Um ponto importante de abordar é a comparação com WandaVision, já que são as duas primeiras séries da Marvel nessa nova fase e feitas para o serviço de streaming da Disney. Nesse sentido, as produções não poderiam ser mais diferentes, já que WandaVision tem uma pegada bem mais intimista e Falcão e o Soldado Invernal aposta em abordar e revelar realmente quais foram as consequências do Blip para o mundo todo.

Enquanto Wanda lida com a perda do Visão, criando um mundo próprio e se isolando em sua mente, Sam e Bucky enfrentam as consequências do estalo de Thanos de uma forma mais realista: mergulhando em trabalho, pedindo empréstimos ao banco e indo a sessões de terapia. Assim, na medida em que Wanda cativou o público pela abordagem de um tema tão sensível quanto o luto, Falcão e o Soldado Invernal tem tudo para gerar uma conexão maior com os espectadores, já que se aproxima da realidade ao abordar consequências mais gerais e “práticas”.

A partir do primeiro episódio já é possível perceber que o tom da série é o mesmo dos filmes do próprio Capitão América, com foco político, rebeliões, a relação com o exército, estratégias e espionagem, além do estresse pós-traumático.

Como era de se esperar, algum outro personagem da Marvel tinha que aparecer para manter a relação entre as obras e para satisfazer os fãs, que agora já estão acostumados com isso. Nesse primeiro episódio a função recai sobre Rhodes, que tem uma conversa com Sam sobre sua recusa. É de se esperar, porém, mais aparições de outros personagens conhecidos ao longo dos próximos cinco episódios, como já foi divulgado nos trailers.

Falcão e Soldado Invernal

Falcão e Soldado Invernal
80 100 0 1
Após os eventos de ‘Vingadores: Ultimato’, Sam Wilson/Falcão (Anthony Mackie) e Bucky Barnes/Soldado Invernal (Sebastian Stan) se unem em uma aventura global que testa suas habilidades – e paciência – em ‘O Falcão e o Soldado Invernal’, dos estúdios Marvel. Novos episódios devem chegar toda sexta-feira ao Disney+.
Após os eventos de ‘Vingadores: Ultimato’, Sam Wilson/Falcão (Anthony Mackie) e Bucky Barnes/Soldado Invernal (Sebastian Stan) se unem em uma aventura global que testa suas habilidades – e paciência – em ‘O Falcão e o Soldado Invernal’, dos estúdios Marvel. Novos episódios devem chegar toda sexta-feira ao Disney+.
80/100
NOTA FINAL
Very good

No geral, a série é divertida e envolvente, e merece ainda o mérito de realmente explorar e trazer para o MCU novos personagens e elementos dos quadrinhos do Capitão América, a exemplo do John F. Walker, conhecido como American Agent, e também o movimento Apátridas (um grupo que almeja um mundo sem fronteiras e acredita que tudo estava melhor durante o Blip), inspirado no vilão Flag Smasher.

Com Sam e Bucky cada um em seu canto até o momento, a ansiedade é grande para ver como será o reencontro de ambos e o desenrolar dessa complicada relação. Por enquanto ainda não é possível dizer o rumo que a série pretende levar, mas é de se esperar que, ao final, Sam seja realmente coroado como o novo Capitão América.

Falcão e Soldado Invernal está sendo exibido com episódios semanais na Disney+.

Total
1
Shares
Previous Article
PromisingYoungWomanStill bela vinganca

"Bela Vingança" pode estar mais perto de ganhar por melhor filme nos Oscar 2021

Next Article
DC Films DC Warner Bros.

CEO da Warner Bros. diz que a era de Zack Snyder na DC já passou

Related Posts
Total
1
Share