Ressignificando o amor do dia dos namorados

Amar não é exclusividade de casais apaixonados.

Amor é uma palavrinha de quatro letras que, provavelmente, é a maior ambição das pessoas. Você pode correr atrás de dinheiro, felicidade, realizações e sucesso, mas no final das contas nenhuma dessas coisas terá valor real se você não puder compartilhá-las com quem ama. E essa pessoa não precisa ser um namorado. Nem mesmo um humano.

Amar é um verbo que qualquer pessoa ou animal pode conjugar sem precisar de nada para fazê-lo. No mínimo, talvez, da vida. E o amor não é exclusivo dos namorados. Qualquer um poder amar e ser amado.

A comemoração da data então, apesar da alusão clara aos namorados, deve ser estendida a todas as pessoas que amam. Você pode escolher presentear sua mãe, seu pai, seu irmão, seu primo, sua tia, seu avô, seu amigo, seu pet e por aí vai. E um presente nesta data vale muito, porque ele, como o nome já diz, significa que aquela pessoa está presente na sua vida, em seus pensamentos e em seu coração. Ao mesmo tempo que revela seu desejo de estar presente na dela.

Amor de todas as cores

O amor não é exclusividade de casais heterossexuais. Como disse acima, este sentimento é possível a qualquer um, portanto casais de todas as letras LGBT+ estão inclusos automaticamente no dia dos namorados.

E nesta época em que o amor está em alta, fica uma reflexão válida. Se o amor entre duas pessoas do mesmo sexo te choca, não significa que está faltando amor em você? Porque falta de empatia é sinal de deficiência de amor. Então, nutra-se com este remédio. Afinal, amor é a cura para todas as enfermidades. Até para morte.

Morte x amor

A origem da palavra amor tem relação direta com a morte. No latim arcaico a palavra “morte” era escrita “mors” e não “mortem”. Já o “a” remete o significado de negação, logo a junção dos dois verbetes “a + mors” resulta em “amor = a negação da morte”.

Este significado pode ser interpretado como o valor da vida, como muitas vezes presumimos que o amor é a razão de viver. Porém pode ser tirar muitas outras interpretações desse sentido. Exemplo: já que o amor representa a negação da morte, amar significa se sacrificar pelo outro. E para quem ama, isso não é difícil. Você não daria a vida pela sua mãe? Seu pai? Um irmão? Pela esposa ou esposo?

Mas calma, você não precisa se matar para provar que ama. O sacrifício pode ser sutil.

Quando estamos em um relacionamento, procuramos nos ajustar a ele, vesti-lo. O relacionamento mais duradouro tende a vir de membros que sacrificam parte do que são para que o outro caiba em seu espaço; assim como o outro deve fazer o mesmo. As desavenças e as incongruências provêm do insistente orgulho (que significa amar mais a si mesmo que o outro). Orgulho e amor andam e sentidos opostos.

Portanto, de acordo com o significado literal do amor, para amar é necessário sacrifício.

Origem da data

Um golpe publicitário determinou que o dia 12 de junho seria o novo dia dos namorados no Brasil, desvinculando-o da tradicional comemoração de Dia de São Valentim em 14 de fevereiro nos EUA e alguns países europeus.

Isso aconteceu porque as vendas no mês de junho eram fraquinhas, o que foi mudado radicalmente com a chegada da comemoração. Hoje move cerca de R$ 1,5 bilhão. Mas o dia 12 não foi escolhido levianamente. Essa data foi determinada porque é véspera do dia de Santo Antônio, conhecido por ser o santo casamenteiro.

Já o dia 14 de fevereiro é remetido a São Valentim, que defendeu o casamento entre os soldados, mesmo quando o imperador Claudio II foi contra a prática porque acreditava que isso tornava os soldados mais fracos.

São Valentim chegou ser preso e sentenciado à morte. Na prisão conheceu a filha de um carcereiro por quem se apaixonou e começou a trocar cartas com a amada. Daí veio o costume de presentear os parceiros com cartões apaixonados.

O dia dos namorados então é praticado desde o século V, tornando-se uma data oficial no século posterior.

Neste dia dos namorados, ame de todas as formas. O amor envolve todas as cores e tudo o que é vivo. O amor é tudo. O amor fertiliza. Sem ele, tudo por aqui seria seco.

Amemos.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share