Assassins Creed Valhalla 5

Review | Assassin’s Creed Valhalla “Um dos melhores games da franquia”

Morra em batalha e adentre Valhalla

O novo jogo de uma das franquias mais populares da Ubisoft chegou com tudo, em Assassin’s Creed Valhalla você é Eivor Marca-de-lobo e irá ajudar a liderar seu clã nas terras gélidas da Noruega ou nas planícies verdejantes da Britânia.

O game se passa durante a unificação da Noruega pelo Rei Harald I e a expansão das civilizações nórdicas no Noroeste do atual Reino Unido, aproximadamente no ano de 873 d.C.

VFSItQQo0 8W6hmojws6qsyaly OTBOAO54t9qUzOCgDfkwBMdtN5SHQKaDZidHsgAerneQdMGstoEPg CNWjWAjcugqcR

Protagonista

Como havia sido anunciado, o gênero do protagonista pode ser escolhido e Eivor pode ser homem ou mulher. Ambos terão a cicatriz no rosto, que trará o alcunha de Marca-de-lobo.

O protagonista é um órfão adotado pelo Rei Styrbjorne e irmão de criação de Sigurd, um guerreiro promissor e herdeiro do vilarejo onde vivem. Enquanto Eivor é melhor em guerrear e explorar, Sigurd é um diplomata e idealista que consegue vencer batalhas políticas.

wdmzqne7UMDLIrN9a14BElqrpbe414dw4g NlqH1ZjhsxX0goVCD5nKyk1AS X3tQr4L uKDQXP z3uAknFh19IstSTN3JXG YYLAr6Xc 2KP060wHUVJOa TUGrGEnuCggjaWoq

Um povo guerreiro

Os povos nórdicos não são bem vindos em solo da Britânia, o que faz com que Eivor e seu vilarejo precisam formar alianças, unir aldeias e se fortalecer para prosperar e sobreviver às ameaças.

Batalhas de fortes e incursões são as melhores maneiras de pilhar os inimigos, conseguir matéria-prima e outros itens necessários para melhorar o acampamento.

A mecânica de fortificar e prosperar o assentamento vêm também por meio de missões (principais ou secundárias) e ajudam a melhorar os tipos de recurso que o jogador terá acesso durante a gameplay.

ro2 jxUOtWKZVaDSnajcka2X4hIsSSgsLgKPwsSHwhT0hVj505jG J25hM Vx1fQV9nXm2E7CJWIOef v5kEENq5jrUAJ1L8fN GqHp4w5TibGfWDGthY6QnP2diDJNeQgV2T1gm

Muito conteúdo

Assassin’s Creed Valhalla tem MUITO conteúdo, sejam missões principais ou secundárias, áreas para exploração, caça, jogos, colecionáveis e equipamentos. Chega a nos deixar perdidos na hora de escolher o que fazer ou qual caminho seguir.

Quando o jogador tem o “mundo aberto”, a única coisa que o impede de explorar certas regiões é o level recomendado, fazendo com que o jogador tenha que se fortalecer antes de adentrar em um território ou precisará fazer bom uso do modo furtivo.

Mas e os Assassinos?

A irmandade está presente no game, se movendo nas sombras para poder reduzir o poder dos templários e evitar que eles tomem controle da Britânia. Assim como em Assassin’s Creed Odyssey, pistas e alguns inimigos nos levam à pessoas mais influentes dentro da Ordem dos Anciões.

Somos apresentados a dois assassinos, Basim e Hytham, que passam à Eivor seus ensinamentos e mutuamente se ajudam para alcançarem seus objetivos. Eles recebem informações diretamente d’Os Ocultos, que têm sua base em Constantinopla.

A saga d’Os Ocultos segue em paralelo à evolução do game, fazendo com que você decida quando fará as missões dos Assassinos e quando fará as missões do assentamento.

y5wnULF3qZTglcAm9T904rASWe8elNH7vsNgw 2x0OMEvo89Vq71 M7Z3XMZw0FBsFveGPC1t2Se3D6mLRLtrgfmYpLIt

Jogabilidade – 9,0

A jogabilidade é muito ampla, pela primeira vez na franquia o personagem pode equipar duas armas ao seu gosto em cada mão, fazendo com que o estilo de combate possa mudar de acordo com os equipamentos. 

As batalhas em grupo são um pouco confusas, mas duelos e assassinatos furtivos são facilmente controláveis.

O game bebe bastante da fonte do que tivemos em Origins e Odyssey, com um sistema de RPG baseado em upgrades de equipamentos e uma árvore de habilidades para expandir os poderes de Eivor.

Também temos referências na jogabilidade dos distritos como em AC 2 e Brotherhood, além da exploração naval, sem batalhas, como em AC3 ou Black Flag.

O que mais chama atenção são algumas opções do jogo que podem trazer desfechos diferentes para a missão, fazendo com que algumas decisões sejam realmente importantes, como matar um traidor ou expulsá-lo.

Outra funcionalidade que não foi bem pensada é a de contratar personagens criados por outros jogadores para nossa equipe, porém essa interação não é muito bem pensada, pois não há um vínculo real com o outro jogador, além de concedê-lo alguns recursos.

tpKdNVEteaYu91poyKZolq73MU884w4zt ORL7swTwXI 0uhA259lO7OaHwMTo7DCPnnkLT6qriXMpktFBLynRgVsnVEXLojo3kg2Fgbo zJrpIdeItgW 9bHWtF6sMwdGKw2 jG

Gráficos – 9,0

O visual do game, tanto na Noruega quanto na Britânia é de tirar o fôlego, lindas paisagens, aurora boreal, pôr do sol e paisagens deslumbrantes. Além de uma grande gama de NPCs, armas, armaduras, tatuagens/pinturas de guerra.

Detalhes entalhados nas armas, costuras ornamentais e runas dão um visual mais enriquecido nos visuais do jogo, onde vale a pena olhar os detalhes dos equipamentos que vai escolher, não só pelo status, mas também pela beleza.

Prós e Contras

Chegamos no momento de colocar o lado positivo e negativo lado a lado:

Os pontos positivos de AC Valhalla são a quantidade de conteúdo para fazer no jogo, gerando mais de 60 horas de gameplay facilmente. As missões secundárias têm histórias interessantes e que valem a pena ser jogadas.

Algo que vale a pena ser ressaltado para os fãs da franquia, Layla está presente nos tempos atuais como nos últimos dois jogos, fazendo com que ela tenha o mesmo tempo de participação de Desmond Miles, figura importantíssima em Assassin’s Creed.

Já pelos pontos negativos, alguns pequenos bugs. Inicialmente tive dificuldade de manobrar o Dracar (barco) e de realizar batalhas em grupo, elas são confusas à princípio. 

Temos microtransações presentes no jogo, a maioria delas são apenas cosméticos que não têm influência no jogo, porém ainda temos alguns packs de materiais que poderiam ser uma mão na roda.

Conclusão

Assassin’s Creed Valhalla é um dos melhores games da franquia, pois consegue unir o que há de melhor nos AC anteriores e entrega uma gameplay divertida, com histórias incríveis, cenários apaixonantes e personagens bem construídos.

Com certeza esse jogo será jogado por mais de 60 horas, sem contar as atualizações que estão por vir.

 Assassin’s Creed Valhalla está disponível para PlayStation 5, Xbox Series X, PlayStation 4, Xbox One, Google Stadia, Microsoft Windows.

Assassin’s Creed Valhalla

9

Nota

9.0/10

Pros

  • Quantidade de conteúdo para fazer no jogo
  • Layla

Cons

  • Dificuldade de manobrar o Dracar
  • Microtransações apenas cosméticas.
Total
16
Shares
Previous Article
king in black maraudersjpg

X-Men lutam contra dragões simbiontes em King in Black: Marauders #1

Next Article
xbox nik

Project xCloud chegará para testes ao Brasil

Related Posts
Total
16
Share