Connect with us
Avatar

Published

on

Se você jogou Homem-Aranha que foi lançado em 2018, saiba que Spider-Man Miles Morales é uma continuação do jogo, tanto que no inicio o jogo te dá a opção de assistir um breve resumo do primeiro jogo junto com o DLC, para poder atualizar o jogador das origens de Miles.

Porém não é exatamente uma sequencia completa, ele dá uma introdução ao Homem-Aranha do jogo anterior, introduzindo Miles Morales com a jogabilidade familiar, mas não idêntica, sem contar que o jogo atual ganha pontos em questão da representatividade que ele trás, tanto pelo personagem ser negro como em cenas do jogo usar a linguagem em libras para se comunicar.

A Sony Interactive Entertainment e a Insomniac Games já haviam enfatizado quando o nome foi anunciado que o objetivo do projeto não era criar uma experiência baseada em escala semelhante ao Marvel’s Spider-Man de 2018. Portanto, se você está pensando em comprar, saiba que estamos falando de uma jornada mais curta quando jogando no modo história, sendo possível completar com dez horas de jogo. Porém, isso não faz com que a experiência seja ruim, o jogo é incrível, tanto em jogabilidade, história e vilões inseridos.

Miles Morales – Herói do Harlem

A identidade visual do Harlem é um dos grandes acertos do jogo (capturado no PS4)

Como eu mencionei anteriormente, o jogo não é longo e pode ser finalizado em dez horas, mas isso não impede de você simpatizar com o Miles, mesmo sem você nunca ter ouvido falar ou por ser apegado demais ao Peter Parker.

Miles é filho de pai negro e mãe Porto Riquenha, então ele por si só é uma mistura de culturas e línguas, sua mãe é candidata a vereadora do Harlem, o que faz com que ele já esteja inserido em um mundo social e politico que é bem diferente do que é vivido por seu amigo Peter. Sem mencionar muitos personagens para não dar spoiler e estragar sua experiência, o jogo trás alguns personagens dos quadrinhos já conhecidos, como Ganke Lee (melhor amigo de Miles, além de ser meio que um assistente), Aaron Davis (tio de Miles e não é novidade qual o seu outro nome) e Phin Mason que é mostrado de uma forma diferente do que já vista nos quadrinhos.

Nas animações vemos que Miles é muito menos experiente que Peter e mais ansioso também, mas o jogo pontua muito bem na autodescoberta do personagem em mostrar que ele é um homem-aranha diferente de quem o Peter é, e isso já é possível perceber quando descobrimos qual é o seu propósito.

Narrativa

O Tinkerer em Spider-Man: Miles Morales (capturado no PS4)

O jogo foca no crescimento de Miles tanto como homem-aranha como na conexão dele com a comunidade e é muito prazeroso ver como a Insomniac Games explora o personagem em todas as partes do jogo. As batidas do hip-hop no início do jogo imediatamente já sugere que teremos um ponto de vista diferente do primeiro jogo e a animação de Miles reforça muito bem essa ideia.

No enredo principal Miles tenta ganhar o favor de Nova York atendendo pedidos deixados por nova-iorquinos aleatórios em um aplicativo de smartphone feito por ele e seu amigo Ganke e evitando o conflito crescente entre Roxxon Energy Corporation e uma gangue chamada Underground. A Roxxon está comprando peças do Harlem para abrir espaço para o novo reator de energia. Ao mesmo tempo, a Underground quer ser famosa porque agora tem um arsenal de armas avançado, graças ao seu novo chefe Tinkerer.

A gangue é apresentada no começo como sendo uma anticorporação disposta a destruir a Roxxon, mas com o passar do jogo você percebe que essa é a missão de Tinkerer, e a gangue em si só parecem ser jovens dispostos a ganhar popularidade a qualquer custo. E nisso, infelizmente o jogo peca, ele poderia ter mostrado o que motiva cada um dos lados, mas não, o que ele faz é colocar um tema em cima do outro o que nos dá a ideia de que causas nobres geram atitudes egoístas.

Jogabilidade única

O jogo apresenta Miles Morales com uma identidade própria tanto no seu estilo de combate quanto no estilo de sua movimentação pelo mundo aberto. Miles possui alguns poderes diferentes de seu antecessor, o que aumenta a quantidade de combinações que podem ser executadas durante o combate, além das vasta gama de finalizações que o personagem possui.

Esses poderes únicos que ele possui traz uma experiência nova do jogo anterior aonde Miles com seu poder de camuflagem consegue executar quedas furtivas com mais facilidade e com seu golpe de bioeletricidade, que consegue causar dano ou atordoar inimigos próximos. Mesmo sem essas habilidades Miles é tão poderoso quanto Peter, é possível passar por alguns combates sem mesmo usar os poderes.

Apesar do jogo manter muitas outras mecânicas do Homem-Aranha da Marvel, como os comandos para desviar, acertar, atirar na rede e obter o impulso de andar entre edifícios, a animação é mais rápida e natural. Além disso, a habilidade única de teia de aranha de Miles traz uma complexidade adicional importante.

Miles em seu primeiro confronto com um vilão no jogo (capturado no PS4)

Quem deve jogar este jogo?

Mesmo sendo um “spin-off”, jogar Spider-Man: Miles Morales é importante para quem quer saber como será a continuação dos jogos da franquia. Então, se você é fã da série, você deve experimentar esse jogo. Além disso, pode-se dizer que estamos falando de uns dos melhores jogos para donos de consoles da PlayStation5. Afinal, quem não quer experimentar um jogo de mundo aberto na nova geração?

Prós

• A história de Miles Morales e a evolução e transformação dele como símbolo de esperança.

• Combates ágeis e precisos.

• Novos recursos expandem muito a fórmula original do jogo.

• Trilha Sonora impecável.

• Uniformes

Contras

• Em algumas partes da história principal possui um ritmo de urgência e por ser um jogo curto, acaba não combinando com o compromisso do Miles parar para ajudar os cidadãos de Nova York.

• Enigmas enjoativos.

Conclusão

É comovente ter uma história que deseja ver o melhor em todos e que busca a diversidade em um mundo dividido, é escapismo com consciência social, uma coisa oportuna e tremenda neste momento. Este é um jogo cheio de personalidade e muito amigável. Para ser honesta, não há maneira melhor de iniciar o ciclo do PS5.

Spider-Man: Miles Morales será lançado dia 12 de Novembro para PS4 e PS5.

**Spider-Man Miles Morales foi jogado em um PS4 com código fornecido pela Sony. O jogo foi completado com aproximadamente 10 horas.

Spider-Man: Miles Morales

9

Nota

9.0/10

Pros

  • História e evolução do Miles.
  • Combates ágeis
  • Novos recursos
  • Trilha Sonora impecável
  • Uniformes

Cons

  • Jogo curto
  • Enigmas enjoativos
Advertisement
Comments

Parceiros Editorias

Mais lidas