Review | WandaVision T: 1 EP: 7 “Wanda está cada vez mais confusa”

E como se tornou praxe de toda sexta-feira, a Marvel continua explodindo nossas cabeças com os novos episódios de WandaVision. A nova série, exclusiva do Disney Plus, foi lançada no dia 15 de janeiro e hoje já é considerada a série mais assistida no mundo, de acordo com a Disney Plus Brasil e a Forbes

[ALERTA DE SPOILERS! Esse texto contém informações sobre o mais recente episódio de Wandavision]

O sétimo episódio, disponibilizado hoje na plataforma, finalmente nos leva de volta aos anos 2000! E a estrutura da vez não poderia ser mais adequada: um falso documentário (ou mockumentary) ao melhor estilo Modern Family e The Office, duas renomadas séries que marcaram essa geração. O formato é também o equilíbrio perfeito para o episódio, trazendo um toque de humor para revelações e questionamentos sombrios.

Ao chegar cada vez mais perto do final da temporada, que terá seu último episódio no dia 5 de março, é possível perceber que Wanda (Elizabeth Olsen) está cada vez mais confusa com o que está acontecendo, reforçando a teoria de que talvez ela não seja a única por trás do Hex e, inclusive, possa estar sendo manipulada. 

Isso fica ainda mais evidente com a propaganda da vez. Como parte de sua estrutura, cada episódio contém a propaganda de um produto que, além de ter a ver com algum trauma ou acontecimento do passado de Wanda, está também relacionado ao tema do episódio. Aqui, temos a propaganda de Nexus, um antidepressivo para lidar com, ao que tudo indica, o luto da personagem.

O roteiro e arco da temporada culminam para que, ao mesmo tempo em que Wanda está perdendo o controle e tentando, ela mesma, entender tudo ao seu redor, revelações bombásticas sejam feitas, trazendo consigo algumas respostas.

E faltando apenas 2 episódios para o fim da primeira (pois esperamos muitas mais) temporada, o episódio 7 traz aos espectadores algumas respostas e, para aqueles que gostam de criar teorias, a confirmação de algumas delas. Em primeiro lugar, Agnes (Kathryn Hahn), a doce e prestativa vizinha, é finalmente desmascarada e revelada como Agatha Harkness, uma bruxa e personagem relevante nos quadrinhos envolvendo Wanda e Visão.

Em segundo lugar, a transformação de Mônica Rambeau (Tayonah Parris) em Photon (ou Espectro, em português), outra heroína dos quadrinhos. Esse momento foi muito aguardado pelos fãs, e apesar de já ter sido “confirmado” que isso aconteceria em episódios anteriores, especialmente com Darcy (Kat Dennings) mencionando a alteração no DNA da capitã, as cenas cumpriram com a expectativa.

Outros fechamentos também são destaque nesse episódio, especialmente a conversa entre Darcy e Visão, que agora sabe de todo o passado de Wanda e o seu, mesmo não se sentindo a mesma pessoa.

Um ponto que merece destaque, em todos os episódios, é a atuação de Elizabeth Olsen, que continua a impressionar tirando mais um formato de letra e de forma tão natural. 

Como se não fosse o bastante, além das revelações e mudanças estruturais já características da série, o episódio conta ainda com sua primeira cena pós-crédito, retomando um velho hábito da MCU que tanto amamos. Nessa cena, é possível ver Mônica bisbilhotando a casa de Agnes (aka Agatha) e sendo descoberta por ninguém menos que Pietro (Evan Peters), ainda uma incógnita dentro da realidade criada por sua irmã. 

Ao que tudo indica, os dois últimos episódios prometem mais ação, especialmente agora que a maior parte das cartas já foram dadas e grandes revelações da temporada já foram feitas – mesmo havendo algumas mais por vir. 

Total
0
Shares
Previous Article
silent hill reboot

Silent Hill | Rumor indica que novo game da franquia vem ai

Next Article
ryan

CBLOL 21 | KaBuM derruba invencibilidade do Flamengo

Related Posts