Semana Star Wars | Como sua trilha sonora influenciou a história do Cinema

Goste ou não, a trilha-sonora mais importante da história.

Na semana comemorativa de Star Wars, nós do Cabana do Leitor não poderíamos deixar de citar a importância da trilha sonora de toda a saga. Este texto poderia ser extremamente técnico, de um ponto de vista musical, e só por isso John Williams já seria genial – que de fato é. Mas o fator cultural aqui é ainda mais importante… No entanto, antes de falar sobre isso, precisamos entender qual é a função do som e da trilha sonora em um filme.

Diferentemente do que muitos acreditam, esses elementos não servem somente como um detalhe na cena. O som e a trilha sonora servem para ambientar o filme de formas que vão muito além da tela – eles também contam uma história. A construção conjunta entre esses dois possui um nome: design de som. (Os puristas podem dizer que uma coisa não se mistura com a outra, e de fato merecem a separação quando julgamos individualmente, mas a construção aqui é conceitual)

Todos os elementos em Star Wars não são coincidência. A construção de toda a obra tem sua história imaginada inteira em todos aspectos do cinema: narrativa, imagem, montagem e som. Existe uma arquitetação dos elementos em cada cena – e aqui entra a principal função da trilha e som. Ambos contam a história junto com o texto de forma que se qualquer elemento fosse mudado, tudo seria diferente.

As intenções de cada personagem, os aspectos de planetas e a sensação que George Lucas causa são parte do que faz uma trilha no cinema. A obra é sempre engrandecida quando todos os seus elementos são imaginados e planejados – Star Wars é uma maestria nesse aspecto.

Os temas musicais do filme são alusões ao imaginário da história ocidental. Não é à toa que John Williams se inspira especificamente em Gustav Holst, o compositor da peça orquestral “The Planets”. A obra foi escrita pelo inglês entre 1914 e 1916, sob forte influência dos efeitos da primeira guerra mundial e sua história é sobre uma guerra interplanetária que acontece num futuro distante – lembra alguma coisa?

Se a trilha de Star Wars não fosse feita dessa forma, o filme não seria tão impactante como foi. Os temas de guerra, emoção, heroísmo e vilania estão todos aqui. Obras de Igor Stravinsky estão contidas aqui, mas outros compositores clássicos também. As peças criadas e orquestradas por John Williams para Star Wars também homenageiam inúmeros compositores da era de ouro do cinema – e todos os temas que abordam vem junto.

O tema da força representa a esperança. A marcha imperial é a vilania. O tema da Princesa Leia conta a história de sensibilidade e força. Essas músicas definem o filme junto com a sua própria narrativa. John Williams mudou a história do cinema com a trilha de Star Wars.

A celebração de Star Wars deve sempre levar em conta aquela que muito provavelmente é a melhor e mais importante trilha para cinema de todos os tempos. A influência da marcha imperial como o tema perfeito para o vilão será eternamente lembrada. Nossa cultura como um todo jamais foi a mesma e nunca mais será depois de John Williams e sua genial obra – especialmente em Star Wars.

Viva John Williams, jovens padawans. E que a Força esteja com vocês.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share