coringa

Setembro Insano – Top 5 versões do Coringa.

Em 79 anos de existência, o Coringa já teve diversas versões alternativas. Selecionamos 5 delas para aparecerem aqui no Setembro Insano.

O Coringa de Flashpoint.

martha wayne como coringa

Martha??

Sim, na história de Geoff Johns, Martha Wayne é o Coringa. No futuro alternativo causado pelo Flash (jura?) em Flashpoint, vemos que diversos personagens sofrem mudanças no universo DC.

Dentre eles, a origem do Batman muda drasticamente. No final daquela fatídica noite, o tiro que alvejou os pais de Bruce Wayne, canonicamente, na verdade o atinge. Bruce morre e a tragédia do homem morcego cai sobre seus pais. Thomas vira o Batman, mais agressivo e sanguinário. Martha não suporta a morte de seu único filho e sucumbe à loucura. Sem poder sorrir, a matriarca Wayne corta o próprio rosto para formar um sorriso.

É uma versão muito mais pesada do palhaço, seu arqui-inimigo, o Batman, é seu marido. O que os une em origem é uma tragédia. A Coringa, no entanto, não perde completamente sua humanidade (diria principalmente sua maternidade). Pois quando sabe que tudo aquilo poderia ser refeito e trazer Bruce de volta à vida, faz seu marido jurar que faria de tudo para reescrever o passado em que seu filho vive, trocando a vida dela pela de Bruce.

Coringa de Asilo Arkham

coringa do asilo arkham

A loucura encontra a psicodelia.

Escrita por Grant Morrison e desenhada por Dave McKean, a HQ explora a psicologia do palhaço do crime. Na história, os asilados de Arkham rebelam-se e fazem com que o Batman vá até eles. Sua intenção é fazer com que o homem morcego se sinta tão louco quanto eles, que o asilo seja um lar e o herói ali permaneça, confinado.

Nesse interim, os medos do Batman são explorados, juntamente com sua relação com seu arqui-inimigo. Na HQ Coringa, Morrison reforça a ideia de que o Coringa é o oposto de Batman. Enquanto o morcego é movido pela razão, por uma identidade única e simbólica, sua contraparte vilanesca vive para si, sempre se reinventando a cada dia, abraça e é abraçado pela loucura. O roteirista mostra como o vilão é obcecado pelo Batman, quase apaixonado.

O que chama muito a atenção, também, é o traço singular de McKean. Seu desenho é caótico, psicodélico, e dá um tom de horror à história que, sem sua ilustração, com certeza perderia bastante de seu impacto.

Coringa dente de sabre

coringa como hiena.

Às vezes, as editoras estão loucas no crossover.

Durante um tempo foi hábito das editoras DC e Marvel fazerem crossovers de seus personagens. Muitos personagens diferentes surgiram, dentre eles o mais bizarro: A Hiena. A Hiena surge quando as editoras misturam Batman e Wolverine, dando origem ao Garra das Trevas, e logicamente fazem o mesmo com suas contrapartes do mal, Coringa e Dente de sabre.

Na realidade, a hiena é um misto de três personagens: A Arlequina, o Coringa, e o Dente de sabre. O vilão é bem animalesco, tendo mais semelhança ao mutante da Marvel, mas mantendo as cores dos psicopatas das DC.

Coringa, O Cavaleiro Branco.

coringa cavaleiro branco

E se a insanidade pudesse ser domada?

Na HQ de Sean Gordon Morphy, o Joker tem sua loucura contida por medicamentos. Livre da insanidade, o Coringa vê a melhor versão de si e começa a trabalhar em prol de Gotham. Porém o Batman passa a ser a maior ameaça à cidade. Gordon Morphy explora um Coringa sem maquiagem, e o que aconteceria se ele estivesse do lardo correto da lei.

Bat-coringa ou o Batman que Ri

o bat-coringa

Mas o que?

Se você está um pouco ligado no mundo das HQs, com certeza já deve ter visto ele por aí. E não é à toa, essa versão mais recente do palhaço é uma das mais diferentes e bizarras feitas pela DC. Com um visual impactante e uma história de origem ainda mais surpreendente, o Batman-que-ri chamou a atenção dos fãs na sua primeira aparição em Noite de Trevas: Metal, de Scott Snyder.

Na história, o coringa derrota toda a polícia de Gotham, extermina com os demais rivais do Batman e começa uma onda de assassinatos pela cidade. Isso leva o Homem Morcego às últimas consequências, quebrando seu código moral junto com o pescoço do joker. Acontece que isso faz com que uma toxina seja liberada e o infecta, tornando-o no novo coringa, mais sinistro, mais cruel. Num rompante de violência, mata a Batgirl, o Asa Noturna, o Robin Vermelho e o Capuz Vermelho e depois assassina a família do Superman na sua frente.

O personagem, segundo Snyder, é resultado dos piores pesadelos do Batman. Além disso, ganhará uma minissérie própria.

Conhece alguma outra versão? Deixa aqui nos comentários!

O Setembro Insano foi um evento especial, antecipando o esperado filme do Coringa, que estreia semana que vem.

Caso queira ler as matérias anteriores desse evento é só clicar em um dos títulos a seguir: Origem do Coringa, HQs introdutórias ao Coringa e momentos mais brutais do Coringa nas HQs.

Total
0
Shares
Previous Article
1265952

Crítica | Coringa é "uma experiência inacreditável"

Next Article
DC Comics 2016 new logo black and white banner

DC Comics, porque este selo incomoda tanto?

Related Posts
Total
0
Share