Warner abre investigação sobre abusos de Joss Whedon e Geoff Johns

Parece que as coisas estão ficando serias para o diretor Joss Whedon e o roteirista de quadrinhos e responsável pela série Star Girl, Goff Jhons.

Parece que as coisas estão ficando serias para o diretor Joss Whedon e o roteirista de quadrinhos e responsável pela série Star Girl, Goff Jhons.

Ray Fisher, que denunciou os dois produtores e roteiristas da Liga da Justiça, anunciou que a WarnerMedia abriu uma investigação interna para saber o que houve nos bastidores do filme. A empresa entrevistou em segredo parte da equipe técnica envolvida na produção e decidiu abrir uma investigação interna independente.

No Twitter o ator se manifestou:

Após 5 semanas de entrevistas com vários elenco / equipe, @WarnerMedia começou oficialmente uma investigação independente para chegar ao cerne do ambiente de trabalho tóxico e abusivo criado durante as refilmagens da Liga da Justiça. Este é um passo ENORME!

Acredito que esta investigação mostrará que Geoff Johns, Joss Whedon, Jon Berg (e outros) abusaram grosseiramente de seu poder durante a incerteza da fusão da AT&T com a Time Warner. Obrigado @WarnerMedia e @ATT para fazer progressos para garantir um local de trabalho mais seguro para todos!

Ray Fisher que interpretou Cyborg no filme da Liga da Justiça foi quem começou com a série de acusações de assédio moral e psicológico contra o diretor Joss Whedon e também acusou o produtor e roteirista Geoff Jhons de acobertar todos os acontecimentos desagradáveis que teriam ocorrido na produção do filme.

Liga da Justiça Snyder Cut estreia em 2021 na HBO Max.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share