Worlds 2020 | G2 arrasa Gen. G e classifica para enfrentar DAMWON

G2 joga fácil, atropela Gen. G por 3×0 e se classifica para as semi finais.

Com a classificação da Top Esports em cima da Fnatic em uma série dramática no dia de ontem, nós chegamos a última série das quartas de final com Gen. G contra G2.

A G2 voltou ao mundial para tentar buscar o título que acabou deixando escapar no ano passado. A equipe veio como Seed 1 da Europa após vencer a Fnatic na final da LEC, e sem dúvidas é considerada a equipe europeia mais forte na competição. Na fase de grupos do Mundial, a equipe se classificou em segundo lugar no grupo A, perdendo o jogo de desempate pela primeira colocação contra a Suning.

A Gen. G se classificou para o mundial como Seed 3 da LCK, e apesar de isso não parecer muito, a equipe teve um ano bastante sólido sendo vice campeã do 1º Split e ficando na terceira colocação do 2º Split. Dentro do mundial, a equipe liderou seu grupo sem muitas dificuldades, perdendo apenas uma partida para a Fnatic, que como mostrou ontem, era uma equipe muito forte e bem organizada.

Se no papel a série era equilibrada, no jogo não vimos isso. Com apenas a primeira partida tendo algum momento de verdadeiro equilíbrio, a série toda foi um show da G2, que não teve dificuldades para varrer o chão do Rift com a equipe da Gen. G. Apesar de os placares não necessariamente apontarem stomps, era visível a diferença de força e qualidade na tomada de decisão das duas equipes. A G2 ainda demonstrou as suas famosas trolladas em todas as partidas, mas nem isso chegou a ameaçar suas vitórias. Confira abaixo como foram os jogos:

Jogo 1: Vitória da G2
Gen: Taric – Kalista – Azir – Lillia – Volibear
G2: Pantheon – Jhin – Twisted Fate – Nidalee – Camille
MVP da partida: Mikyx – Pantheon (3/0/10)

O First Blood aconteceu em gank de ambos os caçadores a Top Lane que foi seguido do teleporte dos mid laners. A equipe da Gen. G lutou melhor e garantiu 2 abates contra apenas 1 dos adversários.
A equipe da G2 procurou empatar o placar de abates logo em sequência com novo gank sobre o top da Gen. G. A equipe coreana aproveitou o espaço para fazer o primeiro dragão da partida.
A Gen. G estava com um controle de objetivos melhor, ficando com os dragões e arautos, enquanto a G2 mantinha a vantagem em ouro, buscando abates pontuais e mantendo o farm de seus jogadores.
Dessa forma, apesar da impressão de jogo dar a entender que a Gen. G estava melhor no mapa, a equipe da G2 usou a força da sua comp e conseguiu pegar 3 jogadores adversários sem dar chance a eles de se defender, abrindo espaço para fazer o barão em sequência. A equipe ainda aproveitou para fazer um dragão e não deixar a Gen. G conseguir sua alma.
Enquanto a Gen. G se preocupava em defender a mid lane, e o barão renascia, as equipes lutaram novamente no meio, e a G2 mostrou o quão a frente estava e passou por cima dos adversários garantindo um Ace sem perder jogadores.
Como a G2 ficou com vida baixo, o time recuou, e a Gen. G, que renascia, tentou rushar o barão. A equipe europeia retornou ao pit e praticamente repetiu a ultima luta. A Gen. G até conseguiu descontar com alguns abates, mas a G2 garantiu um novo Ace e levou a primeira partida da série.

Jogo 2: Vitória da G2
Gen: Leona – Ashe – Twisted Fate – Nidalee – Camille
G2: Tahn Kench – Jhin – Sylas – Lillia – Shen
MVP da partida: Caps – Sylas (11/0/11)

A G2 conseguiu tirar o flash de Life com um early invade, e, dessa forma, o primeiro gank de Jankos foi na bot lane quando seus dois adversários estavam com a vida baixa. Porém, de forma inexplicada, Ruler garantiu o double kill em favor da Gen G. antes de cair para o gank.
As equipes demonstravam que queriam sangue no early game, e com 7 minutos de jogo já haviam acontecido 12 abates, com vantagem de 1k de ouro para a G2.
Tal qual o jogo anterior, a equipe da Gen G. tinha o controle inicial de objetivos neutos, mas a G2 lutava melhor e pegava mais abates. Mas vale reforçar que o controle era apenas inicial, pq a G2 começou a aproveitar a vantagem que tinha para garantir o segundo arauto e o segundo dragão para si.
Apesar de não ter nenhum objetivo disponível, as duas equipes fizeram uma teamfight na mid lane, e tal qual no jogo anterior, só dava G2 na tf, conseguindo dois abates e botando os sobreviventes da Gen. G para correr por suas vidas. De forma completamente inexplicável, Rascal, que havia fugido com pouco vida da luta anterior, se recuperou na base e deu um teleporte no meio do time adversário apenas para ser abatido.
A Gen. G não conseguia achar nada no mapa, enquanto a G2 estava gigantes, principalmente com o Sylas de Caps, que tinha um Mejai completamente stackada, e que com frequência roubava o ultimate dos adversários para usar melhor que eles.
Com o barão disponível, a Gen. G tentou iniciar em cima de Mikyx aproveitando que a G2 estava separada, mas o jogador segurou todo o dano até sua equipe chegar e coletar 3 abates nos adversários e o barão na sequência. A G2 dominava fácil a partida.
Mesmo quando a G2 deu a sua famosa trollada, perdendo dois jogadores antes de uma team fight, a sua equipe lutou um 3×5 e venceu.
Pouco tempo depois, as duas equipes fizeram nova team fight na base da Gen. G, e com um show lindo de Caps que não era abatido nem por decreto, a equipe varreu o mapa com a Gen. G e fez 2×0 na série.

Jogo 3: Vitória da G2
Gen: Tahm Kench – Ezreal – Twited Fate – Kindred – Volibear
G2: Rakan – Jhin – Sylas – Graves – Renekton
MVP da partida: Mikyx – Rakan (1/1/17)

A G2 conseguiu o first blood na partida com um TP cedo de Caps na bot lane para abaterem Life.
Quando Caps pegou nível 6, a equipe da G2 mandou diversos membros para a top lane, e o jogador roubou a ult do Volibear para desativar a torre e sua equipe conseguir mais um abate. Na resposta, a Gen. G conseguiu descontar uma kill em Wunder.
O Mid laner da G2 não parava, e roubando o Destino de Bdd, o jogador gankou a bot lane garantindo mais duas kills para seu time. Na terceira partida, a G2 acelerava e passava fácil pela Gen. G. A sorte dos coreanos era que as Kills não estavam ficando na mão de Caps, o que poderia ser um boost de ouro gigantesco para o jogador.
A Gen G. conseguiu diminuir a vantagem adversária ao comprar um 3v3 e lutar muito melhor que seus adversários para coletar os 3 abates.
Em nova luta na mid lane, a G2 mais uma vez foi superior aos adversários, conseguiu 3 abates, a primeira torre do jogo e o segundo dragão. Uma curiosidade interessante, pelo terceiro jogo seguido o dragão de stack e alma seria o infernal.
O jogo desandava cada vez mais para o lado da Gen. G, que nunca vi suas jogadas dando certo, mas frequentemente perdia jogadores par as jogadas da G2. E foi justamente quando menos parecia ser possível, a Gen. G achou uma luta perfeita, eliminando 4 oponentes, com seus membros todos saindo vivos no limite com uma ult sensacional de Clid e uma atuação heroica de Rascal, emendando o bônus do barão na sequência.
Mas o barão foi o único momento da Gen. G. Quando o bônus acabou, as duas equipes lutaram novamente, dessa vez pelo dragão, e a equipe da G2 não só garantiu a alma como limpou 3 adversários, voltando a assumir a vantagem no jogo.
Pouco tempo depois, a G2 emplacou uma nova luta para atropelar a Gen. G, e vencer a terceira partida, garantindo a série com facilidade.

Agora teremos uma pausa de uma semana no mundial, e ele retorna no próximo sábado (24) às 7:00 para a primeira série das Semi Finais, realizada entre DAMWON Gaming e G2.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share