Worlds 2020 | INTZ começa bem mas termina o dia com duas derrotas

INTZ começa bem as partidas, mas sofre duas derrotas no primeiro dia e se complica no grupo.

E finalmente começou. Depois de todos os anúncios e treinamentos, chegou a hora da verdade para o LoL Global, e tivemos o início do Mundial e sua fase de entrada.

Na torcida pela equipe Brasileira pela difícil fase de entrada, pudemos conferir qual foi a evolução dos jogadores durante seu período no super server chinês. E para cobrir a fase de entrada, aqui no Cabana vamos produzir dois tipos de matéria: Uma focada nos nossos intrépidos, e outra sobre os jogos das outras equipes.

A vida da INTZ não foi fácil neste primeiro dia, enfrentando a MAD Lions, equipe cotada como a mais forte do grupo, logo na abertura do campeonato, e a Legacy Esports pouco tempo depois. Posto isso, confira como foram as duas partidas da equipe brasileira nesse primeiro dia de mundial:

5:00H – INTZ X MAD Lions: Vitória da MAD Lions

MVP da partida: Carzzy – Jhin (5/0/8)

A primeira partida do evento começou como se esperava: Bastante morna e com equipes se estudando, se diferenciando na mid lane, onde ambos jogadores usavam atiradores e a porradaria comia solta, mas com vantagem para Humanoid e seu Lucian, que obrigavam Envy e sua Tristana voltar para a base recuperar vida com frequência.
A primeira grande jogada e chance de abate ocorreu para os Brasileiros, com Shini respondendo counter gank de ShadoW na top lane. Os dois jogadores brasileiros viraram na Evelynn do adversário, com Tay utilizando a Ult de seu Urgot para tentar garantir a kill. Para finalizar o campeão adversário, Tay utilizou o incendiar, que ele não possuía. Em um erro claro de nervosismo, o top laner brasileiro usou um TP colado na trinket da frente, gastando seu feitiço e desperdiçando a oportunidade de abater o adversário e garantir o first blood.
Como quem não faz, toma, no gank seguinte na lane do topo a MAD Lions garantiu o First Blood para Orome.
O jogo se desenhava com a MAD Lions garantindo pequenas vantagens pelo mapa enquanto a INTZ não deixava a distância disparar demais, apostando no crescimento da Ashe de MicaO, de Envy e Tay, e buscando garantir dragões.
Bom salientar que Tay não se abalou com o erro inicial, e sempre que ocorriam skirmshs pelo mapa, o jogador conseguia garantir kills com sua ult.
A equipe brasileira estava bem no jogo, até cometer sucessivos erros de posicionamento (nenhum dele por micaO) que garantiram abates e o barão para o adversário. Apesar que vale destacar que, com três jogadores, a INTZ tentou contestar o bônus, garantiu abates e quase conseguiu o roubo.
Com o bônus, a MAD Lions abriu a rota do meio e garantiu muito ouro de vantagem no jogo. A INTZ mostrava que brasileiro não desiste nunca, e com uma  bela armadilha no meio do mapa garantiu um triple kill para Tay. Se o top brasileiro começou o jogo nervoso, ele passou a ser grande pilar de uma possível reação da equipe, chegando a ficar 9/1 na partida.
Quando o bônus do barão renasceu, a MAD Lions lutou, conseguiu 4 abates e o bônus. Com a vantagem, a equipe ainda demorou pra conseguir utilizá-la no mapa, mas, aproveitando um erro de combo do Alistar de Redbert, conseguiu mais dois abates e levou a partida.
Apesar da derrota, os intrépidos fizeram uma boa apresentação, e demonstraram ter forças pra jogar o campeonato em alto nível.

7:00H – Legacy Sports X INTZ: Vitória da Legacy Sports

MVP da partida: Tally – Sett (2/2/9)

O jogo começou com Shini e seu Volibear forçando bastante, invadindo e forçando jogadas pra cima da Nidalee de Babip. Diferente da partida anterior, nesta a equipe brasileira mostrou um bom começo de partida, se saindo melhor nas rotas e nas primeiras rotações por objetivos. Com essa rotação, a INTZ garantiu o primeiro dragão rapidamente, mas em sequência teve Shini abatido em rotação de 4 jogadores da equipe da Legacy, deixando o first blood com os adversários.
A Legacy buscou fazer o que faz de melhor, e rotacionou mais de uma vez para a top lane para conseguir abates em cima de Tay, dando o ouro para a Camille de Topoon e garantir os arautos. O primeiro bônus foi usado para garantir a primeira torre da bot lane, que caía rapidamente devido a tristana de Raes. Para a equipe da INTZ, restou garantir os dragões e tentar responder as rotações.
A INTZ usava e abusava das ults do Bardo de RedBert para tentar pick offs, mas apesar de acertar suas ults, a Legacy rotacionava bem e usava suas ferramentas para realizar o desengage e defender seus jogadores.
Apesar do placar apontar mais de 4 mil de vantagem para a Legacy, a INTZ começou a lutar muito bem a partir dos 20 min, mostrando que estava viva na partida.
Perto dos 30 min de jogo a INTZ fez uma troca perigosa, garantiu a alma da montanha pelo custo do inibidor do topo, que deu espaço para Legacy garantir o barão. Na saída do bônus, a INTZ lutou muito bem, conseguindo eliminar e tirar o bônus de três jogadores do time adversário.
O placar apontava mais de 6 mil de ouro de vantagem para a Legacy, mas a INTZ lutava MUITO melhor, e começava a limpar os adversários nas lutas sem perder membros. Até o momento que a Legacy conseguiu eliminar micaO rapidamente em uma luta sem Tay, limpando o time da INTZ e em sequência garantir o Dragão Ancião e Barão.
A INTZ tentou se segurar de forma heróica, mas com o double buff não teve jeito e a Legacy levou a partida.

Infelizmente no primeiro dia não deu para os meninos da INTZ. De saldo positivo, a equipe não jogou mal em nenhuma das duas partidas, de saldo negativo, diversos erros pequenos custaram ambos os jogos. Agora cabe aos intrépidos tentar buscar a classificação nos jogos contra a Papara Supermassive e contra a Team Liquid nos próximos dias de fase de entrada. E para nós, restar torcer.

A INTZ agora enfrenta a Supermassive às 6 horas do dia 26, e a Team Liquid às 7 horas do dia 28.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share